Adaptações Cinematográficas Que... Não Deram Muito Certo

24 julho 2014
Se prepara, que lá vem muita coisa para ler. Meu primeiro post para o blog, fiz uma coisa bem completa, esperam que gostem e tenham paciência comigo. ^^

Há muito tempo que as adaptações cinematográficas, filmes baseados em livros, estão entre nós e fazem um enorme sucesso, já não se pensa mais em livros se não pensar em seus respectivos filmes. Trazendo um imenso sucesso a livros desconhecidos, aumentando as proporções do sucesso de livros já famosos mundo afora, realizando o sonho de muitos fãs de ver seus personagens e histórias favoritas nas telas de cinema e enriquecendo os escritores, atores e outros. 

Porém, com alguns a história foi diferente. Ao invés de trazer mais sucesso, felicidade, e até mais dinheiro, trouxeram decepção, raiva, constrangimento. Em alguns casos, as adaptações foram tão ruins que estragaram livros, enredos, personagens e histórias tão maravilhosas, que chegam a dar raiva.

Trouxe aqui alguns destes, digamos assim, fracassos cinematográficos. Se acharem essa expressão muito forte, me avisem. São 6 livros e e seus respectivos filmes, muitos já conhecidos por todos.

Vamos começar com um que, na minha opinião, tinha tudo para ser ótimo, que daria uma série de filmes maravilhosos, como os livros são, mas que foi muito mal feito, deixou muito a desejar em todos os âmbitos e acabou estragando uma grande e boa história. Quando comecei a pesquisar por aí, vi que muitas pessoas sempre incluíam este filme a sua lista, como a pior adaptação, e eu bem que concordo. Estou falando de Eragon.


  • Eragon


Eragon é o romance de estreia de Christopher Paolini, uma história repleta de ação, perigosos vilões e locais fantásticos. Com dragões e elfos, cavaleiros, lutas de espadas, inesperadas revelações e, claro, uma linda donzela que é muito bem capaz de cuidar de si própria. O protagonista, de quinze anos, é um pacato rapaz do campo, que ao encontrar na floresta uma pedra azul polida, se vê da noite para o dia no meio de uma disputa pelo poder do Império, na qual ele é peça principal.

Eragon - Ciclo da Herança - Livro 1 - Christopher Paolini

"Eragon é um filme de fantasia e ficção de 2006, dirigido por Stefen Fangmeier e baseado no livro de fantasia infanto-juvenil de mesmo nome do escritor norte-americano Christopher Paolini. Estrelado por Edward Speelers no papel principal, Jeremy Irons, Sienna Guillory, Robert Carlyle,John Malkovich, entre outros, além de Rachel Weisz, que dá voz ao dragão Saphira. Com o roteiro de Peter Buchman e produzido por John Davis, Adam Goodman e Gil Netter, as filmagens de Eragon aconteceram na Eslováquia, nos Estados Unidos, na Hungria e no Reino Unido, entre agosto de 2005 e junho de 2006, nos estúdios da Davis Entertainment. Lançado mundialmente entre 13 e 15 de dezembro de 2006, destribuído pela 20th Century Fox, o filme enfrentou duras críticas, tanto da mídia especializada como do público, especialmente os fãs da série. Sua arrecadação total em nível mundial foi de US$249 milhões."
Viu o clipe? Massa né não? Pois é. Chega da aquela vontade de assistir, parece ser um filme bom para caramba. Mas bem, se você assistir sem ter lido o livro e sem muito pretensão, vai parecer muito bom mesmo. E quem é que nunca viu esse filme? Mas, quando se lê o livro e vê o filme, percebe-se como o filme poderia ter sido melhor e deixa muito a desejar.

Eu li Eragon então posso afirmar isso e dizer que o livro é muito bom. Se encaixa no meu tipo de leitura, no estilo que gosto. É uma história de fantasia medieval, escrita por um adolescente, narrado em primeira pessoa, com dragões, anões, elfos, urgals, bichos estranhos e do mal, como sempre há nesses tipos de historia, línguas e idiomas novos, reinos, reis e rainhas, guerras, mágica, romance, grandes viagens, com grandes paisagens, o que lembra bastante Senhor dos Anéis, pois ele anda bastante. É uma pena que o filme não tenha conseguido transmitir todas essas coisas. Se tivesse conseguido, imagina o grande sucesso.

Para começar, o filme teve muitas críticas negativas, em que classificaram o filme como fraco e sem profundidade. Sem falar na revolta que causou aos fãs da série. Tanto é que depois foram canceladas as produções para continuações. No site Metacritic, em uma nota de 0 a 100, Eragon ganha 38 com maioria de criticas negativas. No filme se perde toda a essência do livro. Personagens grandes e importantes são retratados como nada e não interferem em nada ao enredo. Cenas são muito aceleradas, realmente não tem muita profundidade, a história é entregue de bandeja. Cenas de luta e coisas assim parecem muito bestas e sem relevância.

Saphira cresce super rapido em meio a um vôo, tudo bem que entendo que fizeram isso para ganhar tempo, mas todos sabemos que ela cresce normalmente, no livro sabemos que eles estão fugindo e indo de cidade em cidade, eles andam bastante, viajam dia e noite, mas no filme parece que eles estão apenas acampando, alguns personagens so aparecem depois de muito tempo, para fazer nada, apenas para dizer que estão lá mesmo que nos livros tenham tido um papel importante, os elfos nem sequer são citados, a elfa que aparece no livro esta desacordada desde sempre e fala com Eragon por meio de um sonho para que ele a ajude, eles atravessam um grande deserto até chegar as montanhas, mas no filme cadê o deserto!? Os anões não aparecem, o lugar onde os anões viviam era um lugar magnifico, mas no filme não e os substituem por pessoas, o final da história é mudada e é deixado um gancho para uma continuação (que nunca foi feita). Uma das coisas que gostei, foram os efeitos especiais, como produziram bem a dragão Saphira.

Com todos esses fatores juntos, imagina se tivesse sido um filme muito bem produzido? Com certeza seria comparado a Senhor dos Aneis e afins. Eu gosto tanto de Eragon, que o nome da minha gata de estimação é Saphira, rs

Enfim, leia o livro e esqueça do filme.

  • Percy Jackson & Os Olimpianos - O Ladrão de Raios e O Mar de Monstros


Primeiro volume da saga Percy Jackson e os olimpianos, O ladrão de raios esteve entre os primeiros lugares na lista das séries mais vendidas do The New York Times. (...)
O garoto-problema Percy Jackson é um deles. Tem experiências estranhas em que deuses e monstros mitológicos parecem saltar das páginas dos livros direto para a sua vida. Pior que isso: algumas dessas criaturas estão bastante irritadas. Um artefato precioso foi roubado do Monte Olimpo e Percy é o principal suspeito. Para restaurar a paz, ele e seus amigos - jovens heróis modernos - terão de fazer mais do que capturar o verdadeiro ladrão: precisam elucidar uma traição mais ameaçadora que a fúria dos deuses.


O Ladrão de Raios - Percy Jackson & os Olimpianos - Livro Um - Rick Riordan

"A série é distribuída pela 20th Century Fox, produzida pela 1492 Pictures e atualmente é composta por dois filmes.  
O primeiro, Percy Jackson & the Olympians: The Lightning Thief, foi dirigido por Chris Columbus (conhecido por Harry Potter), e foi lançado em 12 de fevereiro de 2010. Teve críticas medianas e foi um sucesso comercial no mundo, arrecadando US$ 227 milhões mundialmente, tendo um orçamento total de US$ 135 milhões. 
O segundo filme, Percy Jackson: Sea of Monsters, foi anunciado em outubro de 2011. Originalmente, foi programado para ser lançado em março de 2013, porém, seu lançamento ocorreu de fato, em 07 de agosto de 2013. Foi dirigido por Thor Freudenthal (conhecido por Diary of a Wimpy Kid). Assim como seu antecessor, recebeu críticas medianas e arrecadou US$ 202 milhões mundialmente, tendo sido seu orçamento total de US$ 125 milhões. 
Juntos, os dois longas já arrecadaram quase US$ 430 milhões no mundo todo, tendo um orçamento total de US$ 260 milhões para os dois filmes (incluindo produção e divulgação)."
Ahh, Percy Jackson! Quem que nunca assistiu e ouviu falar em quão ruim o filme foi? Pois é, o que mais vemos por aí é as pessoas falando e reclamando disso. Quando vi o filme achei uma droga, esperava por muito mais dele, não me arrependi de não te-lo visto no cinema. Realmente, odiei o filme. Mas ate então, eu não entendia o porque de tanta revolta das pessoas. Ano passado ganhei o box e decidi ler. Logo, logo percebi o porque de tanta revolta. O primeiro livro nem é tão legal assim, demorei seculos para terminar, é uma leitura meio chata, arrastada. Mas tudo bem, era o primeiro livro do Rick. Caramba, nem tinha lido muito e já percebia muitas diferenças. Quando acabei o livro, mal lembrava do filme. Quando fui ler o segundo livro, antes de ver o filme, também já via as diferenças e o que eles teriam que adaptar para o segundo filme. Quando o assisti, gostei, achei que foi bem feito, mas, sim, ainda há muitas modificações e não ficou tão perfeito assim. O que eu posso dizer é que os filmes são uma história diferente, é outra história com o mesmo nome e mesma base, apenas.

"A série possui classificações médianas dos críticos de cinema especializados, obtidas nos sites especializados em cinema Adoro CinemaIGNallmovie, Cinema com Rapadura e nos agregadores de críticas Rotten Tomatoes e Metacritic."- Wikipedia. No site Metacritic o Ladrão de Raios tem nota 47 enquanto que Mar de Monstros tem nota 39. Então, quer dizer que o segundo filme foi pior que o primeiro? Como que ele conseguiu essa proeza? Realmente, não sei. E agora, fica nossa duvida se haverá o terceiro filme ou não. Após o primeiro filme, muitos pensaram que seria como Eragon, que iriam deixar para lá e continuações canceladas. Mas decidiram continuar, tentar corrigir os erros do primeiro no segundo. Mas alguns desses erros não tem mais volta. Deveriam ter pensado nisso antes, não é?

As primeiras coisas que notamos quanto a diferença são logo de cara a idade deles, no primeiro livro Percy tem apenas 11 anos e Grover é bem mais velho que ele. Fora que a Annabeth é loira e com olhos cinzentos. E, sério, ele faz questão de nos lembrar disso a cada minuto nos livros, de como ela é linda, seus olhos cinzentos profundos e seu cabelo loiro bagunçado. Outra coisa, exceto o Logan Lerman, não gostei dos atores escolhidos. Gente, tem tanto personagem que eles cortaram, que nem sequer citaram. Tantas cenas misturadas, mixadas, trocadas, mudadas. Para mais informações das diferenças do livro pro filme e o que foi cortado, no Wikipedia tem dizendo tudo.

Leia os livros, deixe os filmes de lado.

  • Dezesseis Luas


Ethan é um garoto normal de uma pequena cidade do sul dos Estados Unidos e totalmente atormentado por sonhos, ou melhor, pesadelos com uma garota que ele nunca conheceu. Até que ela aparece... Lena Duchannes é uma adolescente que luta para esconder seus poderes e uma maldição que assombra sua família há gerações. Mais que um romance entre eles, há um segredo decisivo que pode vir à tona. Eleito pelo Amazon um dos melhores livros de ficção de 2009. Direitos de tradução vendidos para 24 países. Um filme da série está sendo produzido. "Pacote completo: um cenário assustador, uma maldição fatal, reencarnação, feitiços, bruxaria, vudu e personagens que simplesmente prenderão o leitor até o fim..."

Dezesseis Luas - Beautiful Creatures #1 - Kami Garcia, Margaret Stohl

"Beautiful Creatures (Dezesseis Luas (título no Brasil) ou Criaturas Maravilhosas (título em Portugal)) é um filme de fantasia e romance estadunidense de 2013 baseado no romance de mesmo nome de Kami Garcia e Margaret Stohl. O filme foi adaptado para o cinema e dirigido por Richard LaGravenese e estrelado por Alden EhrenreichAlice EnglertJeremy IronsViola DavisEmmy RossumThomas Mann, e Emma Thompson.
O filme foi lançado em 14 de fevereiro, 2013. Ele recebeu críticas negativas dos críticos e foi uma decepção de bilheteria."
Quando ouvi falar de Beautiful Creatures fiquei super animada, parecia ser bom pra caramba. Logo depois acabei indo ao cinema e por acaso vi o filme. Demorei um pouco até perceber que aquele filme era o mesmo daqueles livros que tinha visto. Me apaixonei loucamente pelo filme, sério mesmo. Foi tão lindo, fofo, apaixonante, sei lá. Eu gostei tanto, sai tão feliz do cinema que decidi ler o livro o mais rápido possível. Mas, quando fui olhar os comentários, criticas, eram na maioria das vezes ruins.

Então eu li o livro e revi o filme. A história é linda mesmo, apaixonante, leve e com aquele aspecto.. Não sei explicar, mas é muito bom! Não conseguia parar de ler, te prende de um jeito, fiquei surpresa como o li rápido. O filme não deixa de ser bom por isso também, mas depois de ler a historia ele passa a ser muito menos comparado e perde a magia, pois as diferenças são diversas. Muitos disseram que não gostaram dos atores, não sei se foi porque eu assisti antes de ler, mas eu os amei.

16 Luas tem 52 de nota no Metacritic. Eu acredito que não terá um segundo filme, devido a má recepção do filme pelo publico. Foi uma decepção a bilheteria e só recebeu criticas negativas, sem falar em como sempre os fãs ficam revoltados. "O filme tem recebido críticas média dos críticos; ele tem uma classificação de 46% no Rotten Tomatoes, baseado em 169 comentários, com o consenso do site afirmando: "Charmosos protagonistas românticos e estimado elenco de apoio de lado, Beautiful Creatures é uma laboriosa nova adaptação de literatura juvenil que se sente enfraquecida para o conjunto deCrepúsculo". On Metacritic, the film received a score of 52% based on 40 reviews, indicating mixed or average reviews." - Wikipedia

"O diretor não foi muito feliz na adaptação. Pedaços importantes da história do livro foram retirados, como  a festa de formatura, a música com a “profecia”, o vestido, a ajuda de Ethan com o livro, apesar do perigo, sem contar nas diversas cenas na parte subterrânea da biblioteca, que mal foram citadas no longa-metragem. Link também fia bastante “excluído” na produção, e a festa do final do livro não ocorre no filme." - postado no site Sobre Sagas. Esse trecho já resume muita coisa em comparação do livro com o filme. O filme, como em outros casos, parece ter sido outra história. Ao ler o livro dá para entender muitas coisas, pegar a essência da história que não da para perceber so com o filme. Muitos personagens foram deixados de lado, foram cortados, enquanto que outros perderam sua personalidade e sua real essência. O final do filme também é diferente, e olha que o final do livro é uma coisaa!

Então, leia os livros, não perca tempo, depois veja o filme.

  • Academia de Vampiros - O Beijo Das Sombras


(...) Mas isso é só o começo. Em O Beijo das Sombras, Lissa e Rose retomam não apenas a rotina de estudos na São Vladimir como também o convívio com a fútil hierarquia estudantil, dividida entre aqueles que pertencem e os que não pertencem às famílias reais de vampiros. São obrigadas a relembrar as causas de sua fuga e a enfrentar suas temíveis consequências. E, quem sabe, poderão encontrar um par romântico aqui e outro ali. Mais importante, Rose descobre por que Lissa é assim tão especial: que poderes se escondem por trás de seu doce e inocente olhar? 
Richelle Mead dá uma nova face à literatura vampiresca com este romance: mais ácida, apimentada e inteligente do que nunca, a saga dos Moroi e seus guardiões surpreende pelas reviravoltas e pela ousadia desses cativantes personagens.

O Beijo das Sombras - Academia de Vampiros #1 - Richelle Mead

"Vampire Academy (em portuguêsAcademia de Vampiros: O Beijo das Sombras) é um filme de aventura e fantasia, adaptação cinematográfica do livro de mesmo nome da escritora norte-americana Richelle Mead. Dirigido por Mark Waters é estrelado por Zoey DeutchLucy Fry, Danila Kozlovsky, Sarah Hyland e Olga Kurylenko. Seu lançamento está previsto para 7 de Fevereiro de 2014 nos Estados Unidos. Em Portugal, o filme ganhou o titulo de Vampire Academy: O Beijo das Sombras, com lançamento previsto para 14 de Março de 2014."
Vi o filme ontem, mas não li os livros, infelizmente. É uma história muito legal, diferente, com novos tipos de vampiro e eu adoro vampiros (que não brilham). Adorei a Rose, nossa, como a Rose é legal gente, se ela é daquele jeito mesmo nos livros, eu ia amar ela ainda mais. Ela é louca, irônica, vive fazendo piada, quer bater em todo mundo. O Ozera é outro personagem que gostei bastante, apesar de ter ficado com uma sensação de que o personagem foi pouco desenvolvido no filme e que estava ali só para fazer um par romântico. Eu gostei do filme apesar de algumas coisas. Por exemplo, achei que o humor foi meio forçado, coisas não muito engraçadas, as cenas de luta, na mina opinião, foram muito rápidas e fáceis, não explica muito bem a história, as coisas estavam acontecendo rápido demais, os casais ficaram juntos muito rapidamente, achei que ficou faltando alguma coisa. 

Para se ter uma ideia, Vampire Academy tem nota 30 no Metacritic. Nem sequer chegou a passar no Brasil e foi um desastre de bilheteria nos EUA, o que deve ter deixado os fãs bem decepcionados. Por não ter lido o livro, fui procurar aquelas comparações de filmesxlivros. Nas que li afirmam que apesar de seus defeitos, a adaptação foi boa e fiel ao livro, mas que houve muitos cortes, muitas cenas jogadas foras, tudo acontece muito rápido, personagens falando muito rápido, personagens são pouco valorizados no filme, a história entregue de bandeja e o problema de divulgação e da produtora foi crucial.

Só sei que fiquei com muita vontade de ler o livro depois de tudo e espero que tenha um segundo filme. Então, vamos ler e ver o filme.

  • Eu Sou o Número 4


"Nove de nós vieram para cá. Somos parecidos com vocês. Falamos como vocês. Vivemos entre vocês. Mas não somos vocês. Temos poderes que vocês apenas sonham ter. Somos mais fortes e mais rápidos que qualquer coisa que já viram. Somos os super-heróis que vocês idolatram nos filmes e nos quadrinhos — mas somos reais. Nosso plano era crescer, treinar, ser mais poderosos e nos tornar apenas um, e então combatê-los. Mas eles nos encontraram antes. E começaram a nos caçar. Agora, todos nós estamos fugindo. O Número Um foi capturado na Malásia. O Número Dois, na Inglaterra. E o Número Três, no Quênia. Eu sou o Número Quatro. Eu sou o próximo."


Eu Sou o Número Quatro - Os Legados de Lorien - Livro 1 - Pittacus Lore
"I Am Number Four (no BrasilEu sou o Número Quatro; em PortugalSou o Número Quatro) é um filme estadunidense de 2011, uma ficção científica dirigida por D. J. Caruso e estrelada por Alex PettyferTimothy OlyphantTeresa PalmerDianna AgronKevin Durand, e Callan McAuliffe. O filme é baseado no livro de Pittacus Lore (nome fictício), com roteiro adaptado por Al GoughMiles Millar e Marti Noxon. Foi produzido por Steven Spielberg e Michael Bay."
Já ouvi falar muito nesse livro e sempre dizem que é muito bom e tals. Já quanto ao filme, dizem o contrario. O assisti algumas semanas atrás e realmente não me agradou. O livro foi um grande sucesso e decidiram fazer o filme esperando que fosse um grande sucesso e capaz de construir uma franquia, uma série. Mas foi um fracasso, desapontando a todos.

Com nota 36 no Metacritic e um desastre de bilheteria, Eu Sou o Número 4 se mostra mais uma vez um grande sucesso que poderia ter sido uma boa franquia de filmes, mas que agora nos deixa com essa falsa esperança por uma continuação. Em 2013 o diretor do filme falou sobre a situação da continuação, mas nada é certo. 

Como eu disse, o filme não me agradou. Por ter ouvido falar muito sobre ele, fui assistir com muita expectativa, esperando por uma grande história, algo que me surpreendesse, pois essa é a impressão que o livro, o trailer e tudo mais nos passa. Mas, poxa, me decepcionei completamente. Até que o filme começa legal, te faz pensar que vai ser muito bom, com muita ação e etc. Achei a história fraquinha, o filme muito bobinho, sem muita profundidade, esperava por mais. E aquele poder dele? Aquela luz das mãos dele? Nossa, eu achei aquilo ridículo. E aqueles bichos que vivem aparecendo, não sei como os chamar, achei ridículo também, poderiam ter melhorado na produção deles, na maquiagem, caracterização. A coisa mais legal do filme é a outra personagem, número 6, que quase não aparece. E as lutas? Nossa, achei péssimas, com uns efeitos bem paias, bem fáceis e bobas também. Mesmo assim, continuo tendo vontade de ler o livro, só para conferir se é melhor mesmo.

Pesquisando as comparações do livro para o filme, algumas coisas que encontrei foram: foi fiel ao livro; o personagem principal parece diferente, mais popular; não explicam porque o nome deles são números; algumas pessoas não gostam da diferença de idade do personagem e do ator; o corte de algumas cenas e intercalação das cenas; o filme deixa lacunas.

Apesar de tudo isso, ainda quero e vou ler esse livro, ainda tenho esperanças de que ele me surpreenda e de que seja diferente do filme. Enfim, leia o livro, assista o filme e veja qual sua opinião a respeito.

  • Bússola de Ouro


No primeiro volume, "A Bússola Dourada", Lyra enfrenta uma arriscada jornada ao extremo Norte para salvar Roger, seu melhor amigo, e outras crianças de terríveis experiências científicas que as separam de seus daemons.
A Bússola de Ouro - Fronteiras do Universo - Vol. 1 - Philip Pullman

"The Golden Compass (A Bússola de Ouro no Brasil; A Bússola Dourada em Portugal) é um filme britânico-estadunidense de 2007 dirigido por Chris Weitz. É baseado no livro Northern Lights (Philip Pullman), da trilogia His Dark Materials de Philip Pullman, que co-assina o roteiro com o diretor."
Quem nunca viu esse filme? Vive passando no SBT, se não me engano. Tinha tudo para ser um filme incrível, porque uma história incrível já tem. O livro, ouvi dizer que é realmente muito bom. Mas, mais uma vez o filme foi um fracasso. Eu não li o livro, apesar de ter muita vontade de ler, mas nas vezes que assisti na tv o achei bom, ainda mais quando era criança, sempre esperei por uma continuação. Geralmente é assim mesmo, quando se assiste sem ter lido o livro ou sem noção nenhuma da história, ele parece ser um filme muito bom. Mas eu, realmente, achava esse filme muito bom, não entendo porque que ele foi tão mal.

"Mesmo que geralmente desfavorável, The Golden Compass tem recepção mista por parte da crítica especializada. Com o Tomatometer de 42% em base de 190 críticas. Por parte da audiência do site tem 51% de aprovação." - Wikipedia. Enquanto pesquisava sobre o filme, descobri que um dos motivos para o filme não ter tido muito sucesso foi a interferência da Igreja Católica, alegando que o filme influenciava as crianças ao ateísmo. Poxa, uma hora ou outra as igrejas aparecem pra atrapalhar algo né. "O filme foi um fracasso de público nos EUA, ele custou US$ 200 milhões e nos EUA faturou apenas US$ 90 milhões. Mesmo que no resto do mundo ele tenha arrecadado US$ 300 milhões. (...)" - MovieVicio. Sendo assim, as possíveis sequencias foram canceladas, pois o filme não deu o retorno esperado. A Bússola de Ouro possui nota 51 no site Matacritic.

Pelo que vi, muitas pessoas que leram não gostaram do filme e um dos pontos positivos são os efeitos especiais. Dizem que o filme mudou completamente a história do livro, trocaram cenas de ordem, mudaram o final, aparência de personagens. Saiu até matéria no O Globo: "(...) na tela tudo é muito apressado, podendo confundir aqueles que não estão familiarizados com a trama.";"O roteiro e a direção de Chris Weitz ("Um Grande Garoto") não sustentam a graça e personalidade da história original. O resultado é que "A Bússola de Ouro" não empolga. (...)"

Ler o livro e conferir o filme, ou vice e versa, tanto faz. 




***

Espero que tenham gostado, isso tomou bastante do meu tempo, mas queria fazer algo bem completinho para vocês. Gente, eu juro que tento não escrever tanto. Se você chegou até aqui, já deve ter lido muito e se leu tudo obrigada ^^ 
Se realmente tiverem gostado e pedir, eu faço uma Parte Dois, pois ainda tem muitos filmes que não inclui aqui.

E você, concorda com essa lista? Discorda? O que achou? Qual seria sua lista? Quais outros incluiria? Gostaria que falasse de algum em especial? Lembrou de outros enquanto lia? Me contem.

Gente, depois que comecei a colaborar aqui, tomei coragem e decidi fazer meu próprio blog. Tá bem recente mesmo, é esse aqui: Livres. Fico feliz se visitarem ^^ 

16 comentários

  1. Eu sou o número 4. Gente como eu fiquei com uma raiva quando vi o filme!!! Deu vontade de sair matando todo mundo responsável pelo filme. PJO também. Foi horrível. Os outros eu nunca li o livro, então não posso falar muito.

    Está tendo uma conversa com blogueiros lá no blog. Dá uma passadinha lá. Se gostar deixe seu comentário.
    formula-amor.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkk pois é, eu tbm!! Esperava por muito mais daquele filme, foi uma decepção! Com Pjo tbm esperava por mais, deve ter sido por isso que me decepcionei, mt expectativa kkk
      Já passei lá :3 bjks

      Excluir
  2. Sobre Percy Jackson: Sou de uma opinião bem diferente da da maioria das pessoas. Os filmes não foram fieis aos livros, mas isso não quer dizer que os filmes tenham sido ruins. Eu, particularmente, gostei bastante; Mar de monstros foi ainda melhor que Ladrão de Raios. Beijo
    entreeleitores.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, sempre encontro muita gente que gostou dos filmes. O segundo filme foi sem dúvida bem melhor, eu gostei bastante, me surpreendi quando vi que a nota no Metacritic estava menor que o do Ladrão de raios! Mas o ladrão de raios eu não sei porque, mas odiei o filme, acho q coloquei muita expectativa nele e dps que li e vi as diferenças só fiquei com mais raiva ainda kkk
      Beijoss

      Excluir
  3. Normalmente os filmes nunca chegam a perfeição do livro não é mesmo?
    Gostei do post, foi bom pois podemos comparar os dois.
    Porém teve alguns que eu gostei, que foi os dois filmes do Percy, claro que ainda não li os livros, mas há décadas tenho o box HEHE.
    Grande beijo,
    Gabrielle G. - Blog ABCD dos Livros
    http://abcddolivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, fico muito feliz!
      Pois é, os filmes nunca serão tão bons quanto os livros! Leeeia os livros, são bons e bens diferentes dos filmes, pode ser que vc goste tb!
      Beeijo

      Excluir
  4. Concordo com todos kkkkkk, os filmes ficaram bemmm ruins, eu não curti nenhum deles!!! nenhum! ahahahah
    bjsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nenhum mesmo!? Até que gostei de alguns ashuash leu alguns dos livros? bjkss

      Excluir
  5. adorei o post, o filme mais ruim é eu sou o numero 4 odiei o filme, hahhhah bjsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado!
      Né, consegue ser pior que Eragon ushaush bjoss

      Excluir
  6. Nosssaaa ... eu sinceramente não vi nenhum .. pois não é mesmo o meu estilo de livro e filme ... mas com certeza nem todo livro vira um bom filme ... acho tão arriscado fazer ... tem que ter muita coragem pra gastar tempo e dinheiro e no fim não agradar aos já fãs do livro né?! rsrs

    Ah! Tem sorteios fofos rolando na página de sorteios no blog, participe e Boa sorte!

    Roberta Aquino
    Diário de uma Princesa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo, não é? Tbm acho! Nem todo livro, mesmo que seja bom, serve para ser filme. Tem livro que era melhor eles nem mexerem, não queria estar na pele deles kkkk

      Super fofo seu blog! Beijos

      Excluir
  7. Eu confesso que gosto muito de ler os livros primeiro quando tem um filme.
    E a comparação se torna inevitável. Em todos os casos fica um gostinho de não superou o livro, ou faltou detalhes.
    Bjks
    http://www.maevaidosa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbm sempre leio antes de ver os filmes e adoro fazer as comparações, e mesmo quando não dá eu leio depois de ter visto o filme.
      Sempre fica esse gostinho no fim!! Bjkss

      Excluir
  8. A bússola de ouro foi um filme que me deixou revoltada por não ter continuação, sei que os livros em geral não são bem retratados nos filmes, é comum, são muitos detalhes para por na tela, mas esse filme tinha que ter tido uma continuação pelo fato da produção ao meu ver ter sido muito boa, os efeitos e tudo mais, fiquei na saudade pensando o que aconteceu depois :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbm, sempre esperei por uma continuação, gosto do filme :c

      Excluir