Uma Lição de Amor - Padre Justiniano

13 abril 2015

Uma Lição de Amor
Autor: Padre Justiniano 
Médium: Rogério H. Leite 
Gênero: Romance 
Páginas 282
Editora Itapua
Classificação 

Livro cedido pela Editora

Na Itália, em pleno século dezenove, um padre, ousou questionar a Igreja, seu poder, seus princípios, sua hierarquia. Grande era o seu desejo pelo sacerdócio, mas não podia contestar o que via, ouvia ou sentia. Presencia o Auto de fé de Barcelona e recebe de Maurício Lachâtre um exemplar das obras básicas, ainda com uma dedicatória de Allan Kardec, com quem, viria a se corresponder por muitas vezes. Expulso da Igreja pelo Papa Pio IX dedica-se ao centro espírita e à escola que vem a fundar, mas até os seus derradeiros dias, seria chamado por padre, padre Justiniano. O emissário do amor que dedicou a sua vida a levar a mensagem da imortalidade. Sua trajetória vai mudar a vida de um povoado e a vida de todas as pessoas que passaram por ele.

O amor ao próximo e o caminho do bem ... 

Uma vida destinada a levar o bem, ensinar o perdão e recomeços ...

Justiniano quando pequeno presenciou uma grande tragédia em sua vida, e viu sua família desmoronar, foi acolhido por um padre que lhe enviou para se tornar Padre que sempre foi seu desejo. Ao chegar em uma vila, a qual foi destinado, percebe a carência de todo povo, e passa a ajuda-los. 

Com suas sábias palavras o Padre Justiniano vai levando suas palavras de conforto a quem precisa, algumas vezes ao auxiliar as pessoas, os espíritos deixavam suas mensagens através dele, o que começou a gerar certos comentários sobre sua postura perante a igreja. 

Padre Justiniano acabou conquistando a todos com sua bondade e palavras de conforto nas horas de desespero, começou a questionar muitas atitudes da Igreja, não concordando com muito delas e passou a estudar o espiritismo através dos livros de Allan Kardec. 
Em sua trajetória como Padre conquistou a muitos, os ensinou que mesmo errando, todos podem se arrepender de seus erros, e seguir no caminho do bem. 

Foi expulso da Igreja, e fundou uma escola para crianças, assim como as reuniões em sua modesta casa, para as reuniões sobre o Espiritismo. Todos a quem Padre Justiniano conquistou, foram tocados pelo amor e bondade. 

Uma vida regada a doação ao próximo, que teve a missão de espalhar amor, bondade a todos, transformou a vida de muitas pessoas. 

Ensinou o perdão a família do Conde, que inicialmente foi levada pela ganância, prejudicando muitas pessoas. Ajudou sua irmã , que em um momento de dor se tornou vulnerável a presenças prejudiciais.

Uma leitura edificante, com um texto rico em grandes lições de vida, muitas vezes na hora da dor e desespero, deixamos de ver o quanto somos agraciados em poder nos redimir perante a vida e a quem prejudicamos. 

Padre Justiniano que mesmo após ser expulso da igreja , continuou a ser chamado, e com certeza sua missão foi cumprida, espalhar o amor, bondade, perdão e os ensinamentos de Allan Kardec.

Após o término do livro ( espírita ) sempre sinto uma grande leveza na alma, com tantas palavras lindas e um grande exemplo de pessoa como Padre Justiniano.

Ficamos com a certeza que tudo nessa vida tem uma razão de ser, e nosso melhor caminho é sempre aquele guiado pelo bem e a luz ...

Para quem gosta do gênero não pode deixar de ler e conhecer esse grande emissário da bondade e amor ao próximo.

Quotes 
"A falta de amor é talvez um dos maiores males da humanidade."
"... pedir algo nessa tarde é que nos conceda a luz do discernimento para que possamos com mais facilidade, amar sem distinção e amparar os sofredores sem qualquer vestígio de discriminação de nossa parte ."
"Na verdade não existe prece mais poderosa do que o bem proceder e a consciência tranquila."
"Devemos procurar viver harmoniosamente, o tanto quanto possível, sobrepondo as dificuldades da vida, com fé e esperança no futuro."
"Hoje mais que nunca, reconheço que a beleza da vida se encontra nos momentos mais simples e na singeleza da ternura que todos podemos oferecer ao irmão que passa por nós."


18 comentários

  1. Oi Joice,
    Eu sou apaixonada por romances espíritas e sua resenha me cativou intensamente.
    Que pessoa iluminada foi esse padre, fiquei com uma sensação maravilhosa só em ler a sua resenha.
    Adorei.
    Beijos
    Conversas de Alcova ❤

    ResponderExcluir
  2. Hey Joyce, tudo bem?
    Adorei sua resenha, é muito bonito o modo como ainda há humanidade no mundo, realmente, a falta de amor ao próximo é um mal daquilo que se é chamado de humanidade. O que esse padre fez por seu povo é muito valioso, e é uma atitude mais bonita ainda devido sua humildade. É sempre bom saber sobre esses exemplos!

    http://ocasulodasletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. O livro foge totalmente do que eu costumo ler/gostar, mas parece um livro bem bonito.

    ResponderExcluir
  4. O livro foge totalmente do que eu costumo ler/gostar, mas parece um livro bem bonito.

    ResponderExcluir
  5. Olá
    Parece ser um livro bem tocante com várias lições a passar, não costumo ler livros assim, mas quem sabe não daria uma chance caso tivesse oportunidade? Ótima resenha.

    http://realityofbooks.blogspot.com.br/
    Beijos
    Catharina

    ResponderExcluir
  6. Eu gosto muito de livros de romance, mas confesso que esse não me atraiu muito. Eu achei a proposta do enredo interessante, e você falou coisas na resenha que realmente me convenceriam a ler, só acho que não seja o tipo de livro que eu estou procurando ler agora.

    http://www.laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá tudo bem?
    Hoje em dia não costumo ler tantos livros espiritas, já li mais antes! O bom deles é justamente o que você falou a sensação boa que dá quando terminamos e os exemplos que temos através da leitura deles, é o tipo de livro que me faz acreditar ainda na humanidade, me acreditar que é possível sermos melhores a cada dia, gosto bastante. Bjus!!!
    http://lendoaestante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. É impressionante a postura da igreja em alguns casos né? O padre ajudando as pessoas, levando-as a fazer o bem e ainda assim é expulso. O que importa não é o amai ao próximo ou fazei o bem, mas fazei o que eu mando. Acho essa face das religiões muito ruim.
    Achei bem bacana o livro e é muito bom quando leva a reflexões como essas que você mencionou!

    ResponderExcluir
  9. Oi Joyce, tudo bem?
    É uma bela história, cheia de mensagens para a vida, mas não costumo ler livros espiritas, então deixarei passar...
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?

    Parece ser uma história comovente, ainda não li nenhum romance espirita, mas tenho vontade de conhecer. Pois sou muita curiosa, então, procuro ler todo tipo de obra, para experimentar. E falta este gênero.

    Adorei a resenha.

    Beijinhos.

    http://www.livrosfilmeseencantos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá.
    Definitivamente não é o tipo de livro que me agrada.
    No entanto, com toda essa mensagem de valores e tudo mais, parece ser uma boa leitura.
    Ótima dica para os apreciadores do gênero.
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  12. Não leria, não gosto desse tipo de leitura, mas é bom esse tipo de post pra quem gosta.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  13. Olá Joyce
    Adorei a sua resenha como sempre, mas esse não é em nada parecido com o tipo de leitura que eu curto :/ então não sei se leria mesmo a sua resenha me deixando muito curiosa.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  14. Oie, Joyce!
    Amei sua resenha. E ainda por cima de um livro cujo gênero não estamos muito habituados a ver, não é? Fiquei um pouco curiosa, mas não sei se leria por conta de pequenos preconceitos que tenho intricados dentro de mim. Ainda assim repito: amei sua resenha.
    Com carinho,
    Celly.

    Me Livrando: Livre-se você também!

    ResponderExcluir
  15. Oi Joyce!
    O livro aparenta mostrar ao leitor uma vida difícil, mas que trará bela emoções e mensagens! No momento, não fiquei tão interessado assim pela obra, por conta de ter uma grande pilha de livros pendentes, porém eu achei a capa linda e irei indicar para as pessoas que apreciam o gênero (:

    Beijos,
    ♥ umgrandevicioliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Não leio muito romances espíritas mas gostei bastante do livro, achei marcante e deve ser bem emocionante. Sua resenha ficou ótima.
    BJOS!

    http://luadeneonblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi Joyce, tudo bem?

    Não leio livros espiritas por não ser a religião que professo, mas acho válido qualquer livro que fale sobre amor, perdão e, principalmente, que te dê uma nova perspectiva. =)

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  18. Ganhei o livro da amiga Roberta e o li em 02 dias. Registro que a obra é maravilhosa!
    Jadir

    ResponderExcluir