Autopublicação em debate na Off Flip das Letras

Autopublicação em debate na Off Flip das Letras
Mesa reúne escritores e especialistas no dia 3, às 17h, em Paraty

Participantes 
“O próximo capítulo da autopublicação: desafios e oportunidades para o autor na era digital” é o tema da mesa de debates que reúne a escritora Vanessa Bosso, o editor Raphael Secchin, a professora Cristiane Costa e o curador da Off Flip das Letras, Ovídio Poli Junior, no dia 3, em Paraty. 

Com plataformas de autopublicação cada vez mais simples e fáceis, o autor hoje tem autonomia para se encarregar ele mesmo da edição da obra e participar de etapas como comercialização e marketing. Com isso, novas perspectivas são abertas a escritores que estiveram à margem do mercado editorial ou preferem começar com a autopublicação digital.  Já não são poucos os casos que nascem em edições próprias e migram para as listas de mais vendidos ou para as editoras tradicionais. Para isso, contam com ferramentas de “data tracking” para monitoramento e análise do comportamento do leitor, além acompanhamento em tempo real de performance de sua obra no mercado.
Considerada a ”kindlerela” brasileira, a paulista Vanessa Bosso atuou como redatora publicitária durante 15 anos antes de realizar o sonho de se dedicar integralmente à literatura. Optou pela autopublicação em formato de e-books e hoje tem 11 obras publicadas na Amazon. Seu romance para adolescentes A aposta teve mais de 10 mil downloads e por dois anos consecutivos se mantém no topo do ranking da categoria.
Um dos primeiros cases de sucesso de autopublicação na plataforma KDP (Kindle Direct Publishing), Vanessa foi convidada a ir a Nova York para realizar uma entrevista para o vídeo anual da Amazon e participar da prestigiosa BEA (BookExpo America, da American Booksellers Association).  A fama alcançada no mundo dos e-books a levou a assinar um contrato com a editora Novo Conceito para publicação de seus romances em papel, que já rendeu O homem perfeito, cuja primeira edição, de 5 mil exemplares, foi esgotada em apenas quatro meses. 
Sócio-fundador da Bibliomundi – uma plataforma de autopublicação, edição, conversão e distribuição de livros digitais, com informações inteligentes do perfil do leitor e da leitura da obra – o carioca Raphael Secchin acumula experiência no mercado editorial nacional e internacional com olhar voltado para as inovações tecnológicas do setor, como o “data tracking” e o “book analytics”, ferramentas que permitem a autores e editores acompanharem em tempo real a reação dos leitores e do mercado livreiro. Formado em Classical Studies, com mestrado em Publishing, pelas universidades de Royal Holloway e City Univeristy of London, Raphael Secchin trabalhou na Nielsen BookScan UK e nas editoras Atlantic Books, Quercus e na maior distribuidora de ebooks da America do Sul, a Xeriph, antes de abrir a Bibliomundi.
Cristiane Costa é pesquisadora do pós-doutorado do Programa Avançado de Cultura Contemporânea da UFRJ, onde coordena o curso de Jornalismo, e estuda novas estratégias narrativas para as mídias digitais. Foi editora de não-ficção da Nova Fronteira, do caderno Ideias, suplemento literário do Jornal do Brasil, do Portal Literal e da revista digital Overmundo.
O mediador da mesa, Ovídio Poli Junior, é escritor, doutor em Literatura Brasileira pela USP é curador da Off Flip das Letras e editor do Selo Off Flip.
Mesa: O próximo capítulo da autopublicação: desafios e oportunidades para o autor na era digital
Data: 3 de julho de 2015 [sexta-feira]
Local: Casa Off Flip das Letras – Rua da Lapa, 375 (Centro Histórico) – Paraty
17h - Mesa de debate
18h - Coquetel de apresentação da plataforma Bibliomundi 

Link de apresentação da Bibliomundihttp://www.bibliomundi.com.br/novo-off/

Postar um comentário

[blogger][facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget