Lançamento - Doces de Cinema

30 outubro 2015

Doces de Cinema
Autora: Isadora Becker
Páginas 144
Pre venda no site da Editora

Estrelando 40 receitas de doces imperdíveis: bolos, tortas, brownies, folhados, mousses, trufas, sorvetes, croissants, panquecas e atores coadjuvantes. Participações especiais de Harry Potter, Holly Golightly, Mia Wallace, Matilda, Valente, entre outras. Curta nas melhores livrarias!*A pré-venda deste produto tem início no dia 30/10/2015, com término em 30/11/2015.*Este produto possui frete grátis e será enviado autografado, com disponibilidade sujeita à confirmação de estoque.*Início de envio dos livros: 09/11/2015.
Sexta-feira, 30 de outubro, prepare a pipoca (doce, de preferência)!Isadora Becker, capitã do canal Gastronomismo, chega com tudo para o lançamento de Doces de Cinema. E para esquentar a pré-venda exclusiva, que acontece lá na nossa loja virtual, conversamos com a Isa sobre inspirações, trajetória e, claro, muito doce!


Belas-Letras: De onde vem a paixão pelo cinema?
Isadora: Sou filha única, então, desde criança, os filmes me fizeram companhia. E aprendi muito com eles também! Desde viagens ao fundo do mar com a Pequena Sereia até filmes históricos… Se eu tinha uma dúvida, minha mãe me fazia abrir uma enciclopédia para ler sobre o que havia perguntado. Aos poucos, fui tendo nos filmes novos horizontes, mesmo que sentada no sofá. Da mesma maneira que os livros te transportam para outras realidades, os filmes têm o mesmo poder.
Nos tempos de locadora, eu era assídua em uma, sempre trocando ideias com o dono, que já tinha virado meu amigo. Acho que eu alugava, pelo menos, três filmes por semana. Aos poucos fui conhecendo títulos de diferentes épocas e diferentes lugares. Hoje, não passo uma semana sem!

BL: Tens alguma receita favorita?
Isa: É difícil definir uma receita favorita. Eu gosto de preparar e comer tantas coisas diferentes que não tenho muito como escolher uma que eu mais goste. Mas sempre inovo molhos para massas, por morar sozinha. Aproveito todos os ingredientes que tenho à disposição. Os restinhos de coisas que sobram da gravação me salvam de uma ida ao supermercado pelo menos uma vez por semana!

BL: Como acontece o processo de criação de uma receita de doce? Você assiste ao filme e reproduz até chegar à versão ideal? 
Isa: Em geral, os doces que aparecem em filmes já são bem identificáveis (embora tenha demorado bastante para identificar o folhado dinamarquês que aparece em Bonequinha de Luxo). O que faço é buscar as receitas tradicionais, em geral na língua original, e tentar adaptar de uma maneira que seja menos complicada para o público, sem balanças de precisão nem conhecimento de um confeiteiro. Assim, transformo peso em xícaras, testando até obter o resultado mais fiel possível ao que aparece no filme. E, claro, sem esquecer o sabor!

BL: Como escolher os ingredientes certos? E adaptar os que não têm no Brasil?
Isa: Escolhemos sempre receitas que são possíveis de reproduzir aqui no Brasil. Se há um ingrediente essencial que não temos acesso aqui, ou que seja muito difícil de conseguir, optamos por não ensinar. O objetivo é sempre fazer com que os espectadores façam a receita na sua casa, podendo experimentar um doce ou prato que só haviam visto na televisão ou tela de cinema. De vez em quando usamos ingredientes que são mais complicados de achar em cidades pequenas, como fava de baunilha, mas sempre deixamos claro que é possível substituir por essência, mesmo que o sabor não fique exatamente o mesmo. Em vez de desencorajar o espectador, essas sugestões trazem uma curiosidade gastronômica essencial para quem gosta de cozinhar.

BL: Desde quando você quis ser cozinheira?
Isa: Eu cozinho desde criança, porém o desejo de ser uma profissional da área veio só depois de ter cursado a faculdade de Letras por quase dois anos. Não me sentia completa estudando línguas e literatura, queria a possibilidade de criar e aprender a criar. O estalo veio ao me dar conta de que, nessa época, juntava meus amigos todos os finais de semana para cozinhar para eles. Ainda morava com a minha mãe, que tem na cozinha seu grande refúgio depois de um dia intenso de trabalho, então não tinha a oportunidade de cozinhar durante a semana. Então, quando o gato saía, o ratinho (eu) tomava conta. Depois disso, fiz o curso de Cozinheiro Básico do Senac, para provar para ela que era isso mesmo que queria fazer da minha vida. Assim que me formei no Senac e trabalhei por dois meses em uma cozinha, a convenci e entrei na faculdade de Gastronomia da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos).

BL: Além dos filmes, quais são as suas maiores inspirações?
Isa: Sou uma pessoa bastante sinestésica. Adoro imaginar combinações diferentes de sabores ouvindo música. Meu trabalho de conclusão de cozinha na faculdade foi traduzir minhas 10 músicas de jazz preferidas em 10 serviços. Foi um trabalho intenso, porque quis procurar não só na sonoridade da música, como na história dos autores/cantores inspirações para os pratos. Fiquei muito nervosa expondo essa minha face numa avaliação tão importante, mas tive uma imensa satisfação em passar dias pesquisando ingredientes e combinações para conseguir contar o que sentia ao ouvir essas canções.
Além da música, sou fã de literatura policial e, para a minha felicidade, existem dois autores que combinam muito bem as narrativas de detetives com a comida: o siciliano Andrea Camilleri e o catalão Manuel Vásquez Montalbán. Vindos de lugares extremamente conectados com a magia da alimentação e gastronomia, ambos conseguem trazer páginas que deixam o leitor babando em cima do papel.

BL: Já existiu alguma receita que você recriou, porém não ficou satisfeita e descartou? Qual?
Isa: Um fator importante para um cozinheiro é saber que, embora possa não gostar muito de um ingrediente, os comensais podem ser fãs. Algumas receitas podem ter um sabor que não me agrada pessoalmente, mas como profissional, sei que está feito de maneira correta e que vai agradar ao público. Porém, já experimentei receitas que não tiveram um bom resultado, por proporções erradas ou processos que não deram certo. Com essas, testei e adaptei até obter o que queria. Com a experiência na cozinha, depois de um tempo, esses erros já são bem menos comuns, pois conseguimos detectar algum problema em uma receita antes mesmo de testarmos. Mas como ninguém é de ferro, algumas vezes já esqueci de verificar a validade de um fermento em pó e acabei com um bolo abatumado.

BL: Por que este livro de receitas é diferente?
Isa: Os doces, em geral, têm uma relação bastante íntima com cada um. Em tempos de restrições alimentares, eles se tornaram uma travessura na vida das pessoas. Trazer receitas de doces de filmes faz com que essas travessuras se transformem em uma extravagância no dia a dia, um mimo especial. O bolo de chocolate que seria apenas um doce vira O Bolo de Chocolate da Matilda, que muitos de nós já sonhamos em comer na infância. De alguma forma, essas receitas podem fazer os nossos grandes desejos gastronômicos se tornarem realidade.

BL: Qual é o seu filme favorito e por quê?
Isa: Tenho muitos filmes favoritos. Desde os de infância aos de adulta. Mas para eleger um, vou ter que dizer Mary Poppins. A frase “uma colher de açúcar faz o remédio menos amargo” (tradução livre) me marca tanto que até tatuei uma colher de açúcar. Eu acredito que um pouco de doçura faz com que a vida fique mais gostosa.

BL: Como é o retorno do público quanto aos doces? O que eles costumam comentar com você?
Isa: Como disse antes, os doces são sempre especiais. Essa característica de travessura dá ainda mais encanto para as sobremesas. Quem ainda não tem tanta desenvoltura na cozinha e não precisa cozinhar no dia a dia acaba preferindo as receitas açucaradas para fazer no fim de semana. E como sempre dou preferência para receitas de preparo menos complicado, os resultados são bem positivos em geral.

BL: Como surgiu a ideia de cozinhar fantasiada?
Isa: Desde o princípio do Gastronomismo gostamos de adequar o figurino com a receita, para criar um ambiente que seja convidativo para o espectador. E, claro, desde criança, adorei me fantasiar. Com o Comida de Cinema tivemos carta verde da Tastemade Brasil para fazermos como quiséssemos, mesmo que parecesse uma loucura no início. Formatamos então um programa no qual poderia juntar minhas grandes diversões: cozinha, cinema, cabelo/maquiagem e fantasias. É um desafio com algumas, mas com um pouco de paciência e criatividade, sempre se consegue!


19 comentários

  1. Oi Joyce, querida. Tudo bem?

    A premissa do livro me lembrou um pouco do livro "Royale com Queijo" lançado esse ano pela Valentina que também tenho bastante vontade de ler. Sempre acho legal essa combinação de gastronomia e cinema, e adorei saber que terá receitas de Harry Potter, Matilda... fiquei bem curiosa para ler o livro... apesar de ser uma negação na cozinha. Adorei a entrevista e gostei bastante desse trabalho de conclusão de concurso dela, de misturar música e comida.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  2. Olá

    Eu não conhecia o livro, mas adorei saber um pouco mais sobre, na cozinha só sei fazer o básico, mesmo vendo as receitas eu não me arisco muito, o trabalho dela é fantástico, desejo muito sucesso a ela, adorei o post.

    Bjss

    ResponderExcluir
  3. Oi! Amo o canal dela, Comida de cinema, ela ensina pratos deliciosos que aparecem nos filmes e super fáceis de fazer! Eu amo confeitaria, sempre estou fazendo algum doce aqui em casa, e saber que ela produziu um livro desse porte me deixa super feliz; beijos

    http://www.livrosepergaminhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oiee, tudo bem?

    Que fofa, ela cozinha fantasiada? huahuahuahua adorei. Sou uma negação na cozinha, mas acho que é porque eu sou muito ansiosa. Mas adoro fazer doces. Adorei a dica do livro e a entrevista com a Holly.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  5. Joyce eu adorei! Os doces são as minhas tentações e com um livro desse eu tentaria preparar alguns.

    Bjos

    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá!!
    Não conhecia o livro e achei a proposta irresistível!!
    Não sou uma cozinheiro master, mas eu me garanto quando eu quero rs
    Fiquei curiosa em conhecer essas receitas e só de olhar a capa já da água na boca *-*
    Adorei a entrevista, é bom demais quando temos a oportunidade de conhecer mais de perto os autores!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi, Joyce, tudo bem?
    Eu não conhecia a Isa nem o canal, mas já me inscrevi.
    Embora eu não seja muito boa na cozinha, eu adoro aprender novas receitas e sempre compro livros de culinária. Quem sabe um dia eu aprendo a colocar todas as receitas e dicas em prática, né?!
    Achei super bacana a ideia de reprozuzir e adaptar receitas de comidinhas de cinema (sou daquelas que sempre fica com vontade de comer tudo o que vê nos filmes, novelas, seriados... rs).
    Adorei a entrevista.

    Beijos,
    Amanda
    http://www.confissoesfemininas.com/

    ResponderExcluir
  8. O que mais chamou atenção é o livro tem essa relação com o cinema. E quando vi a foto da autora já relacionei logo com Mary Poppins. Acho que ela tem muita a ver. Legal ver que os canais estão cada vez mais em evidencia.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Oláá
    Ouvi falar no livro e essa capa está literalmente muuuito atraente haha adorei a entrevista e saber mais sobre o livro e a autora, adoro fazer doces

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Que interessante! Achei a proposta inusitada… Nunca pensei em ver receitas de cinema descritas em um livro. Gostei. Tem vários doces que já vi em filmes e que me deixaram com água na boca, hahaha. Gostei da entrevista também. Acho que a autora se revelou uma profissional da cozinha.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Flor.
    Ai meu deus, esse post me deixou no chão.
    Já vi alguns videos da Isadora, e ainda irei fazer o bolo da Matilda algum dia hahaha.
    |Não sabia que lançariam um livro. Quero esse livro para ontem kkkk
    Mas agora não vai dar para comprar em pré venda, vou ter que esperar alguma promoção ou alguém me dar de presente kkkkk

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Tenho uma queda por doces e com certeza quero conferir esse livro.
    Adorei sua entrevista e de conhecer um pouco mas sobre a autora
    Esperando sua resenha dessa delícia rsrs

    http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Estou louca para ver, ler e cozinhar com esse livro. Parece incrível. Achei legal conhecer um pouco a autora e a importância do cinema na sua vida. E fiquei louca para saber qual receita de Harry Potter vai ter aí, rs
    Beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oie Joy!!!
    amei..amei a entrevista! adoro o canal da Isa, o acompanho a muito tempo já.
    Já fiz muitas receitas legais que aprendi lá. Ainda não sabia que ela iria lançar o livro, mas fiquei mega empolgada ;)
    bjs
    www.notinhasderodape.com.br

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem? Que livro lindo!!!!! Fiquei encantada com a capa e também adorei a entrevista! Sou uma negação na cozinha, mas descobri que adoro fazer sobremesas. Tudo o que eu não sei fazer de salgado eu adoro tentar fazer no doce, esses dias até me peguei vendo preço de batedeira!! rssss! Ia adorar ter esse livro na minha estante e tentar fazer as receitas aqui em casa! Desejo muito sucesso a autora!!

    Beijos,

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Olá... que interessante esse livro, bem criativo!! Receitas inspiradas em livros! Geralmente não gosto de comprar e de ler livros de culinária mais esse achei bem interessate. E a entrevista foi bem legal, poder ver o ponto de vista da autora. Tomara que faça bastante sucesso!!
    Bjus

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Está aí um livro que devo manter distância hahahaha Adoro livros de receitas, eles nunca me decepcionam hahaha.

    http://loucurasaovento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Adorei o lançamento! Tenho certeza que ficarei com água na boca! Eu já vi alguns vídeos dela e adorei! *-*
    Beijos,
    Déia
    Own Mine

    ResponderExcluir
  19. Que ideia fantástica! Me conquistou por completo.
    Primeiro porque sou formiga, aaaaaaaamo doce! Segundo porque morro afogada de tanta água na boca quando vejo doces nas telonas. E terceiro porque ela se caracteriza, gente! Muito amor!!!! Adorei a capa também imitando pôster de filme. Adorei a dica e a entrevista.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir