Proibido para Mim - Halice FRS


Proibido para Mim
Autora Halice FRS
Editora Independente
Páginas 228
Classificação: 

Para Norah Mendes bastava ser a fotógrafa competente.Bastava ser a mãe, ser a tia considerada e aceita entre os amigos dos filhos.Então jamais imaginaria que entre eles estive um que visse a mulher há sete anos esquecida, nem que ao descobrir o interesse fosse desejar um garoto tentador e proibido.


Consideramos justa toda forma de amor ...

O amor é capaz de superar o preconceito?
Norah casou-se nova teve dois filhos e ficou viúva muito cedo, seus filhos Elisa com 22 anos e Cássio com 25. 
Caio estava sempre presente com seus amigos desde os 14 anos, crescendo juntos e sempre na casa da Tia Norah.
Hoje após 06 anos após a morte de Theo, Norah se tornou uma fotógrafa com seu próprio estúdio, sua assistente insiste que ela deve sair, curtir a vida e encontrar alguém pois ainda é muito nova e bonita.

Como tem um violão em casa decide aprender a tocar, ao estar procurando professores Caio um dos amigos de Cassio da aulas de violão e se oferece, Norah aceita e a partir desse momento sua vida vai se transformar...

Caio desde seus 14 anos nutre uma paixão por Norah, sempre carregou consigo sabendo que seria impossível, quando Norah perdeu seu marido uma esperança surgiu, mas ela não o via assim, apenas como um jovem amigo de seu filho.
Com Norah saindo de seu luto, Caio viu a esperança renascer e conseguir chamar atenção de sua amada,
Com as aulas Norah começa a perceber Caio, que aos poucos vai chegando perto de Norah e expõe o que sente por ela, a deixando assustada, com medo foge, e começa a perceber que Caio realmente é um homem lindo porém muitos anos mais novo e além de tudo amigo de seu filho, que morre de ciumes dela chegando a ser um exagero.

Norah não irá resistir a Caio, a atração fala mais alto, eles escondem o relacionamento, e com o passar do tempo ambos querem mais um do outro e poder gritar a todos que estão juntos .
Quando Norah decide contar a Cassio, ele a manipula contra Caio sobre uma suspeita, deixando Norah em dúvida que mais uma vez foge.
Ao perceber seu grande erro, Caio e Norah se reconciliam, eis que a autora nos prepara muitas surpresas, e o medo da perda irá fazer os personagens mudarem atitudes e pensamentos.

Um final surpreende com o amor falando mais alto do que o preconceito .

Esse é o segundo livro que leio da autora e já me tornei fã de sua escrita pela leveza do texto, mesmo abordando temas como esse de um romance de uma mulher mais velha e um rapaz mais novo 17 anos, e o preconceito que existe sobre esse tema o que infelizmente acontece.
Além de focar no cíume excessivo do filho com relação a mãe, acreditando que outra pessoa tomará o lugar do pai, fato que ocorre com muitas mães separadas.
Eu acredito em toda forma de amor, desde que seja verdadeira e faz bem a ambos.

Norah foi além do preconceito e investiu em sua felicidade, e Caio foi um lindo que mostrou muita maturidade em assumir seu amor por uma mulher mais velha e se orgulhar desse amor, deixando de lado todo preconceito e nos mostrou que um amor sobrevive ao tempo e nunca podemos perder a esperança pois o destino nos reserva grandes surpresas.

A capa do livro é perfeita para o livro, linda, a diagramação está linda, não encontrei erros de ortografia .

Quotes 
"Eu escolhi ficar com você apesar de toda complicação. Não vai ser só dessa vez." Norah
"Naquele instante, Norah sentiu o desejo premente de se colocar ao lado dele e acariciá-lo de alguma forma para indicar que ela ficaria, que ele estava em seu mundo.E principalmente mostrar a todos, de uma só vez, que estavam juntos." Norah 
"Você é uma mulher linda e é minha namorada, então não guarde nada de mim," Caio
"Repete que me ama." Caio
Música que embalou a leitura 



Postar um comentário

E mais uma vez, aqui estou, emocionada. Linda resenha, Joyce! O amor de Caio pela Norah é meu xodó. Foi especial dar vida a eles! <3

Muito, muito obrigada!

Oi. Realmente existe muito preconceito quando se trata de mulheres com mais de 40 se relacionarem, principalmente se o parceiro ou parceira for mais nova. Socialmente, mulheres são vistas com prazo de validade, infelizmente. Ainda cultura machista e cristã. gostei do enredo.

Infelizmente ainda há preconceitos nas relações onde a mulher é mais velha, o que não ocorre quando o homem é que tem mais idade. Mas acho que o ponto de maior conflito no livro é o ciúmes do filho. O livro discute um tema muito interessante. Filhos ciumentos de mias também é um grande problemas.

Beijos!

Hello Joyce tudo bem, a premissa do livro me lembrou de dois filmes que tem como uma mulher mais experiente e um garoto mais novo, mas livros ainda não tive a oportunidade em ler, a capa é bem legal curti, e a história parece ser bem planejada, espero ler e ver qual reviravolta a autora vai criar para Caio e Norah.
Bjkas
Dani Casquet- Livros, a Janela da Imaginação

Oláá
Parece ser uma leitura bem legal para passar o tempo, acho que já havia ouvido falar do livro e sei de pessoas que gostariam de ler, vou recomendr haha adoreeeeeeeeei a musica da Pitty

Beijos
http://realityofbooks.blogspot.com.br/

Olá.
Que resenha legal.
Adoro livros que quebram paradigmas e enfrentam preconceitos. Fiquei curiosa com a leitura, acho interessante ver esse lado dos personagens. É tão comum um homem mais velho com uma mulher bem mais nova, e o contrário deveria ser assim também. Mas hoje o preconceito ainda consegue imperar. =/
Entra para minha lista de desejados.

Beijos
http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

Oie! Adorei o enredo do livro. Parece ser uma história linda e digna de ser lida. Sua resenha me deixou bastante curiosa em relação ao livro e espero poder conhecê-lo um pouco mais em breve. Parabéns à autora pela sua criação.

Beijos,
Fernanda F. Goulart,
Império Imaginário.

Oi, tudo bem?

O tema me chamou atenção (incrível o quanto querer sempre colocar barreiras no amor, né?), mas a trama em si me desmotivou, por achá-la bastante clichê. Não digo que não o leria, mas, por enquanto, não fiquei tão a fim.

Love, Nina.
http://ninaeuma.blogspot.com/

Oie, Joyce!
Gostei do livro. Do enredo, quero dizer. Não costumo ler livros que fujam da fantasia medieval, mas abriria uma exceção para esse. É engraçado ver homens mais velhos se relacionando com moças mais novas ━ que são vistas como interesseiras e tudo o mais. Quando a situação se inverte, o sexo feminino continua mal visto... Como se as mulheres mais velhas não pudessem ter relacionamentos depois de certa idade. A ideia no geral é repugnante. Enfim, bela resenha!
✎ Com carinho,
Celly Nascimento.

Me Livrando ━ Livre-se você também!

Oie, tudo bom?
Não lembro de nenhuma história que eu tenha lido com um romance com diferença de idade, mas acho tão bacana quando os protagonistas conseguem assumir o que sentem. As críticas são inevitáveis e esse livro parece abordar o assunto de uma forma bacana.
Beijos,
http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

[blogger][facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget