Entrevista com Janaina Rico

29 janeiro 2016







Nasci no dia 22 de maio de 1979. Regida pelo signo de gêmeos, carrego praticamente todas as caracterísiticas maluquinhas que o zodíaco me ofereceu. 
Formei em Direito e passei em concurso público, mas as letras falaram mais forte e troquei os códigos pelos romances. Hoje sou escritora em tempo integral.
Alegre, comunicativa e teimosa. Acho que são as características que mais me marcam.
O importante na vida é fazer piada!

Olá Galerinha!
Tudo bom?

Nesse mês pra lá de quente, não poderíamos deixar de entrevistar uma das autoras mais hot da atualidade. Se você pensou na Janaína Rico, acertou!!!
Vamos conhecê-la um pouco melhor?


1 – Quem é Janaina Rico?

Ah, eu sou uma pessoa determinada. Luto pelos meus sonhos e meus ideais. Sou uma mulher batalhadora, mãe, dona de casa, trabalhadora, que tem que enfrentar um leão por dia. Mas, acho que a minha essência é de ser uma artista. Eu amo arte, e isso me move. 


2- Como surgiu a ideia do projeto 365 dias de sensualidade?

Foi o meu marido. Eu já escrevia contos eróticos mas tinha vergonha de publicar. E já trabalhava como modelo plus size, mas nunca tinha feito fotos sensuais. Acho que ele teve uma ideia sensacional de juntar as duas coisas! 


3- Como é seu relacionamento com seus fãs?


Eu não vejo como fãs e sim como grandes amigos. É uma coisa muito deliciosa saber que tem esse tantão de gente que acompanha o meu trabalho, divulga, incentiva, e sem ganhar um centavo por isso! É por puro carinho, e eu fico toda prosa... Esse amor que eu recebo diariamente é uma energia deliciosa. Tenho um amor muito grande por todo mundo que está comigo! 


4- Já tive a oportunidade de ler praticamente todos os seus livros e pergunto: Como consegue ser uma autora tão maleável? Uma vez é pra lá de hot e outra vez me faz chorar como em Cartas para um Pai.


Toda mulher tem mil facetas! Eu sempre escrevo para mulheres, pois acho o nosso universo fantástico! A mesma mulher que é mãe e chora no Cartas para um pai é aquela que quer apimentar a sua vida sexual e se excita lendo o 100 dias de sensualidade. Os meus textos possuem muito de mim, do que eu estou sentindo naquele momento da escrita. Todas as minhas personagens carregam um pouquinho da minha vida. Acho que isso torna a minha escrita tão variada. 


5- Você agora é editora do Selo Divas da Qualis. Nos conte como isso surgiu em sua vida e como você está conciliando as duas carreiras.


Foi uma surpresa muito grande, e uma honra! Cuidar de um selo de uma editora tão querida como a Qualis é uma grande responsabilidade. Conciliar as duas carreiras não é fácil mas é muito prazeroso. Eu estou absurdamente feliz e temos vários planos para as Divas em 2016! Aguardem por fortes emoções. 


6- Qual seu próximo projeto?


Vai sair em breve na Amazon o Cartas para um filho. Estou morrendo de medo, pois pela primeira vez na minha carreira lançarei uma continuação, por isso, sejam gentis comigo! (risos) 


7- Como foi escrever um livro com a Liana Cupini? Detalhe, já li e adorei.


A Liana é uma amiga de muitos anos. Eu a convidei para escrever esse livro pois ela é autora de um dos chick-lits mais legais que eu já li em toda a minha vida, que é o “Antes tarde que mais tarde”. Foi uma farra, a gente riu muito, se divertiu pra caramba! Por isso que o livro é cheio de humor! 


8 – Falta alguma coisa para você se realizar profissionalmente?

Nossa, falta muita coisa! Acho que no dia que não tiver mais objetivos, eu tenho um piripaque e morro. O grande barato de ser escritora é isso, sempre tem mais um degrau para subir. 


9- Deixe um recadinho aos nossos leitores.

Muito obrigada pelo carinho! Sem vocês, eu não sou ninguém! 


Livros publicados



Ser Clara 

Clara é uma jovem brasiliense, de 27 anos, que está envolvida com os preparativos do casamento de sua melhor amiga, Laura. Durante a festa conhece um médico rico e famoso, o homem dos sonhos de qualquer mulher. Porém, acaba se envolvendo com um colega de adolescência. Mal sabe ela os obstáculos que viverá pela frente, tais como uma sogra desesperada e até mesmo tentativas de assassinato, até que consiga decidir o que quer da vida. Trata-se de um livro de linguagem simples e atual, que descreve o cotidiano, os sonhos e as aventuras de uma mulher vivendo entre a realização de uma vida independente e o desejo de conhecer e viver um grande amor. Clara, Laura, João Thomas, Léo são personagens que encontramos em nosso dia a dia, no trabalho, nos bares, nas festas. Um passeio pelos desejos e sonhos do imaginário feminino.



Apimentado

Luciana Teixeira é uma das sexólogas mais famosas do Brasil. Com mais de um milhão de livros vendidos, ainda apresenta programas de televisão e dá palestras em todo país.Mulheres de todo o mundo buscam os seus conselhos para conseguir uma vida sexual mais intensa. O que elas não sabem é que, embora seu casamento aparente ser um verdadeiro comercial de margarina, Luciana nunca teve um orgasmo com o seu marido. Tudo muda na vida da sexóloga ao contratar um novo personal trainer. O orgasmo tão desejado está mais perto do que ela poderia imaginar.Acontecimentos inesperados também mudarão seu destino.



100 dias de Sensualidade

Ao completar 30 anos, sentia-me excluída dos conceitos de beleza. Eu olhava vitrines e revistas e não me considerava encaixada em nada daquilo. Por mais que eu me visse como uma mulher sexy, madura, bonita e confiante, sentia falta de ter uma mulher como eu, fora dos padrões de beleza estabelecidos pela mídia, falando sobre sexo prazeroso e mostrando cliques de moda e sensualidade. Depois de muito pensar, resolvi criar o projeto "365 dias de sensualidade com Janaina Rico". Todos os dias eu postava na internet uma foto sensual e um conto erótico. Minhas “mocinhas” das histórias eram algumas vezes gordinhas, outras magrinhas, outras altas, outras baixas. Podiam ter sardas, usar óculos ou ter os dentes levemente tortos. Elas eram normais. Nas minhas fotos, eu fazia questão de nunca utilizar o photoshop, e elas iam com celulites, estrias e muito charme. O projeto começou pequeno e tímido. Apenas eu e meu marido divulgávamos nas redes sociais, e alguns preconceituosos vieram dizer que eu estava me expondo ao ridículo e poderia, com aquilo, enterrar a minha carreira de escritora. Se eu falar que não bateu um certo frio na barriga, estarei mentindo. Mas, resolvi continuar, firme e forte, dia após dia, mostrando meu corpo e minhas histórias na rede. E, qual não foi a minha surpresa, quando um belo dia fui olhar o número de acessos, já tinha passado de cem mil visualizações, com poucos meses no ar. Depois, um dos maiores jornais do país me colocou na capa e fez uma matéria de duas páginas, dizendo que eu era um ícone para mulheres do Brasil. Comecei a ser convidada para entrevistas em rádio, TV, sites, blogues... Recebi e-mails do pais todo! Mulheres dizendo que depois de mim tiveram coragem de voltar a usar mini-saia, que voltaram a ter uma vida sexual legal, que eu tinha feito o casamento de algumas melhorarem, e outras se abrirem para o amor. Com pequenos textos eróticos e algumas fotos libertadoras, fui capaz de melhorar a vida de muitas pessoas, e não existe dinheiro no mundo que pague isso! Quando o projeto acabou, eu senti que aquilo não poderia terminar assim. Eu tinha ainda uma dívida de gratidão com todas aquelas pessoas que confirmaram a minha suspeita de que ser uma pessoa normal, baixinha, gordinha, de cabelos cacheados e algumas celulites nas pernas, faz com que eu seja uma pessoa linda e única no mundo. E quando a editora Qualis me convidou para lançar um livro, eu não poderia fazer outra coisa! Selecoinei 100 dos 365 contos que publiquei no meu site e coloquei aqui para vocês. São histórias quentes, eróticas e sensuais. Sem tabus ou vergonhas. O sexo deve ser lindo e prazeroso, independente de corpos moldados na academia ou plásticas no seios. 



As aparências enganam

Luiza era uma loira sensual, bem resolvida e determinada, enquanto Isabel era uma morena pacata, que sonhava em ser dona de casa e ter filhos.Luiza se dedicava ao seu trabalho e era muito ambiciosa, já Isabel só pensava em agradar seu noivo e planejava uma família. O destino as uniu e agora elas vão perceber que a felicidade pode morar ao lado. Será que a grama do vizinho é realmente mais verde? Será que uma mudança radical poderá consertar todos os erros do passado?Se a vida te oferecesse a chance de mudar, você aceitaria? Essas duas amigas toparam, e em uma nova cidade, terão a chance de recomeçar! Um livro sensível, sobre as dores e as alegrias de ser mulher.



Cartas para um pai


Juliana achou que suas férias em João Pessoa renderiam apenas fotos e boas lembranças, mas não foi assim que as coisas se desenrolaram.Uma gravidez inesperada alterou toda a sua vida e, para se comunicar com o pai do bebê, as cartas foram a melhor escolha. Um livro emocionante e envolvente, sobre amores e a formação de uma nova vida.







19 comentários

  1. Já ouvi falar da Janaina por aí e desde então inclui dois livros dela na minha lista de desejados, As Aparências Enganam e Cartas Para um Pai, o estilo hot não me chama muito a atenção, por isso prefiro conhecer mais outros estilos de escrita da autora.
    Parabéns pela entrevista!
    Bjs,

    Ju
    claqueteliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Cartas para um Pai é um livro que tenho uma vontade giga de ler...
    Gostei da entrevista dela, achei bacana ela falar que a ideia das fotos sensuais foi do marino, muito bacana.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  3. Achei muito legal a entrevista. É bom ver quando um autor mostra uma relação de gratidão e companheirismo com seus fãs, e também se abre pra falar do apoio que recebe das pessoas próximas, como ela fala do marido. Confesso que ler essa entrevista me abre os olhos pra poder me arriscar a ler esse tipo de literatura que não costumo ler. Belo post!
    Abraços,
    Felippe
    http://chubbleeeu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. A entrevista foi muito legal, parabéns! Dos livros da autora, eu só tenho interesse em ler Ser Clara, já que os outros parecem ser muito hots, e eu não curto o gênero.

    Bjs e sucesso para a autora.

    http://ciadoleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá, eu ainda não li nenhum dos livros da Janaina mas morro de vontade. Eu não sabia que ela era a editora do Divas da Qualis, amei saber isso. Achei super legal a intrevista dela, gostei de saber como surgiu a ideia do 365 dias de sensualidade. Ri muito quando ela falou que teria um piripaque se já tivesse alcançado seus objetivos

    ResponderExcluir
  6. Eu amo essas entrevistas <3 é muito bom saber um pouco mais sobre as pessoas por trás dos livros, um pouco da história deles e o que ou levou a ingressar nesse universo magico da literatura.

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Mais uma entrevista maravilhosa! A Janaína eu já conhecia da blogosfera, mas não sabia que ela tinha escrito Cartas para um Pai, muito interessante saber dessa faceta da autora.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Muito bacana a entrevista. Eu não conhecia a autora. Gosto muito quando os autores dão entrevista. Mostram como são queridos. me interessei por As aparências enganam, parece ser bem divertido.
    Bjus

    ResponderExcluir
  9. Parabéns pela entrevista. Não curto muito HOT (principalmente contos eróticos) mas já percebi que a autora é bem simpática.

    ResponderExcluir
  10. Oie
    nunca li nada da autora mas já a conheci na bienal, ela é um amor, eu gostaria de ler Cartas para um pai, parece ser muito bom

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oii.
    Não li nenhuma obra da autora, eu gosto de romance sensual, mas não romance erótico, conseguiu entender kkkk. Não gosto de livros que os personagens ficam transando o livro inteiro e não existe uma história.
    Beijinhos;)
    http://frescurasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oii.
    Não li nenhuma obra da autora, eu gosto de romance sensual, mas não romance erótico, conseguiu entender kkkk. Não gosto de livros que os personagens ficam transando o livro inteiro e não existe uma história.
    Beijinhos;)
    http://frescurasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oii.
    Não li nenhuma obra da autora, eu gosto de romance sensual, mas não romance erótico, conseguiu entender kkkk. Não gosto de livros que os personagens ficam transando o livro inteiro e não existe uma história.
    Beijinhos;)
    http://frescurasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Sinceramente, agora que fiquei conhecendo melhor a Janaina Rico consigo olhar 100 dias de sensualidade de outra forma. Ela está certíssima em dizeer que temos mil facetas, temos mesmo... eu sinto um turbilhão de coisas sempre, seja pelo meu pai, pelo meu namorado, pela minha irmã, pela minha mãe... não quer dizer que tenho que focar em apenas. Uma competência, sem dúvidas, incrível por mostrar toda essa variabilidade de escrita. Quero muito ler Cartas para pai e para um filho... eu tenho vontade de fazer um para mim mesma e um para minha sogra, que eu não cheguei a conhecer, mas me faz uma falta imensa...
    bjs
    http://umavidaliteraria1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oie,
    Amei a entrevista, a autora e bem simpática a autentica, nunca li nenhum de seus livros, mas agora conhecendo um pouco sobre ela, me interessei, anotei os nomes para poder ler depois. Espero que autora tenha muito sucesso.
    Beijos
    Bru, Cantinho da Bruna

    ResponderExcluir
  16. Olá, Joyce. Adorei a entrevista. Nunca li nenhum livro da Janaína, mas escuto vários elogios a respeito dela. Desejo muito sucesso para ela e as cresça cada vez mais.

    Beijo,
    www.pactoliterario.com

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    A Janaína é tão divertida e pra cima.. ainda não tive oportunidade de conferir suas histórias, e gostei muito da sinopse de "As Aparências Enganam" e quero muito conferir os outros livros da autora. Parabéns a Janaína, muito sucesso e que venham mais livros!

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br//

    ResponderExcluir
  18. Definitivamente a dona Jana não escreve o tipo de livro que eu gosto de ler kkkk Mas ainda assim,fico muito feliz em ver uma autora nacional tendo tantos fãs. Não posso deixar de dizer que ela é lindona mesmo. Abraço!

    ResponderExcluir
  19. Oiee, sempre leio várias resenhas positivas sobre a autora mais ainda não tive a oportunidade de ler nenhum de seus títulos. Adorei as resposta da autora, principalmente em relação aos fãs.

    Beijos,

    ResponderExcluir