Paola Scott - Entrevista






Paola Scott

Paola Scott, nasceu e cresceu em Curitiba, onde vive com o marido, dois filhos e duas cachorras.
Leitora ávida, sentia falta de romances que retratassem a mulher na sua fase madura. Decidiu então escrever uma história, mostrando que a idade não é empecilho para se viver um amor cheio de fantasias e erotismo.
Salpicado com humor, drama, relações familiares e muitas cenas picantes, surge aí o primeiro livro de uma série que conquistou as mulheres pelo seu modo realista de retratar a vida a dois.



LE – Seus protagonistas tem o grande diferencial de terem maturidade, o que a fez escolher protagonistas com mais idade ? 

Justamente a falta desse tipo de personagem na literatura feminina atual. Temos uma infinidade de livros hot, porém quase que totalmente descrevendo mocinhas ingênuas, indefesas, que encontram o grande amor em um homem milionário. Nada contra CEO´s e mocinhas virgens, mas queria mostrar que nós mulheres maduras também temos muito amor, fantasias e podemos viver momentos intensos. 


LE – Como surgiu a Paola Escritora? 


Em uma brincadeira. Faço parte de um grupo literário e comentávamos exatamente a questão da falta de personagens dessa faixa etária dos 40 anos (tenho 43). Brinquei com elas, dizendo que eu iria escrever um romance para nós. Que retratassem a mulher de verdade, que trabalha, tem filhos... E aí comecei a colocar algumas ideias no papel. Inseri esse mesmo grupo na história (sem citar nomes), mais ou menos como acontece na nossa realidade. Os bate papos que vão além dos comentários sobre livros. Chamei uma amiga para revisar (detalhe, uma amiga que até então era apenas virtual) e a princípio eu ia deixar só no grupo mesmo, para nossa diversão. Mas ela disse que estava bom demais e que eu deveria postar no wattpad. Outras duas amigas se juntaram à brincadeira. E dali para a ideia do e-book foi um pulo. 


LE – Sua protagonista de Provocante tem seu nome? Foi alguma inspiração em você? 


Foi pura coincidência. Primeiro surgiu a Paola Goulart personagem. Só depois, por conselho dessa amiga que estava revisando, surgiu o pseudônimo Paola Scott (meu verdadeiro nome é Patricia). Foi mais no intuito de proteger a vida privada mesmo, controlar melhor a vida de escritora. 


LE – Como foi o processo até chegar a Editora Charme? 


Logo depois de publicar o e-book na Amazon, enviei o original para algumas editoras. Destas, recebi algumas propostas que não achei viáveis. Foi a Charme que me procurou, depois de ler Provocante, indicado por uma amiga. Queriam publicar, mas o que estava dificultando era o tamanho do livro. Então fiz uma revisão, com a difícil tarefa de tentar cortar alguma coisa. Consegui reduzir algumas páginas, sem que interferisse na história. Aí foi o processo de nos acertarmos no contrato. 


LE – Li Provocante, Paola a protagonista é muito segura de si e sem frescura como foi a construção dessa personagem ? 


Paola tem quarenta anos, é separada e dona do próprio negócio, portanto não tinha como retratá-la como uma mulher frágil. O fato de ter que criar uma filha adolescente praticamente sozinha, contribui para que ela se mantenha firme e decidida. Ela não é mais uma mocinha começando a vida, precisando provar seu valor. É experiente, já passou por várias situações e sabe o que quer. Sabe do seu potencial como mulher e não aceita migalhas. Óbvio que como todo ser humano ela tem seus medos, mas sabe contorná-los. 


LE – Fale um pouco sobre seu novo livro Ousada ? 


Ousada não estava no script. Aliás, Provocante era para ser um livro único. Mas Maitê, a melhor amiga de Paola, cativou as leitoras. Além de estar presente nos piores momentos, sempre dando apoio, ela é alegre, divertida, aquela amiga louca que todas nós queremos ter ao lado. Mas sabemos que muitas vezes, toda essa positividade, esse excesso de humor rasgado, pode esconder alguns fantasmas. É o que acontece com ela. Rodrigo, o melhor amigo de Pedro é um homem seguro, sem traumas, bem resolvido. Exatamente o que ela precisa para se libertar do passado. Mas claro que os dois são tinhosos e batem muita cabeça até se renderem ao amor. 


LE – Conte-nos sobre seus novos projetos. 


Quando veio a certeza de escrever Ousada, veio também a ideia de dar continuidade à série com as outras amigas da Paola. São algumas das amigas do grupo, que por terem uma afinidade maior, acabaram se aproximando. 



Adormecida, o terceiro livro, contará a história de Luciana. A princípio ela parece ser só mais uma mulher tímida, reservada. Mas vamos descobrir que isso é consequência de uma situação do seu passado, que interferiu em toda sua vida, fazendo com que ela desenvolvesse uma doença que atinge milhões de pessoas. Uma doença que ainda é vista da forma errada. E encontra em Eduardo a pessoa certa para que ela tenha uma chance de se curar. Ele entende o que ela vive e é o que ela precisa. 

Determinada, o quarto livro, traz Pietra, a mais nova entre as quatro amigas. Uma mulher de fibra, forte e como o próprio título diz, determinada. Não se deixa abater por nada e nem por ninguém. Ela precisou fortalecer essa personalidade, já que lhe foi exigido muito cedo que tomasse a responsabilidade por sua família para si. Claro que ela vai encontrar um homem que a desafia mais do que qualquer outro. E que não se deixa intimidar pelo seu modo autoritário e rigoroso. 

E por último, mas não menos importante, a história de Alana. Muitas leitoras me pediram, já quando conclui Provocante. Mas achei por bem deixar para encerrar a série com ela, já que lá no primeiro livro ela era ainda muito nova. Alana é muito parecida com a mãe. É responsável, independente, cabeça no lugar. A diferença fica por conta da sua juventude. Todas as dúvidas típicas dessa fase, a inexperiência de vida e em relacionamentos. E aliado a isso, ela vai ter que lidar com a superproteção dos homens que a cercam. O pai acaba sendo o mais tranquilo. Eduardo que a viu crescer e nutre um amor paternal por ela. E óbvio, Pedro, agora seu padrasto, que a adota como sua filha. Ciumento e inexperiente no assunto, não saberá lidar com a menina-mulher. Sinto que esse livro vai fechar com chave de ouro a série Provocante! 


LE – Seus livros tem uma escrita impecável, qual conselho daria a escritores novos? 


É difícil dar conselhos. O que funciona para mim, pode não dar certo para outros. Vejo muita gente postando dicas sobre como escrever. Não sigo regras. Aliás, não tenho tempo para isso. Trabalho em tempo integral e escrevo à noite e finais de semana. Tem dias que os personagens ficam conversando na minha cabeça e não vejo a hora de chegar em casa no final do dia para poder escrever. Outros, mesmo eles tendo me azucrinado, sento em frente ao computador e não passo de meia página. A inspiração não tem hora para chegar. Agora mesmo nas férias, queria me dar um tempo. Mas ela veio e não tive como ignorar. Em algumas horas, escrevi cinco capítulos. 

Acho que para uma boa escrita, é imprescindível que você leia muito. Mas leia prestando atenção, sabendo interpretar. E revise seu texto. Revise uma, duas, dez vezes. E se for possível, chame uma amiga para ser sua beta reader. Aquela que vai ler o que você escreveu e vai lhe dizer o que não está bom ou coerente. O que falta ou sobra. Se está demais e de menos. Mas tem que ser uma pessoa sincera. Não aquela que vai passar a mão na sua cabeça e dizer amém para tudo que você escrever. Ela tem que gostar disso, fazer por prazer. Por falta de uma, eu tenho três. São as minhas mosqueteiras. Amigas do coração que me puxam a orelha. E sempre digo que Paola Scott não existiria sem elas. E o mais importante de tudo, seja honesta com você mesma. Não escreva para agradar os outros. Escreva para agradar a você. Leia sua história não como escritora e sim como leitora. Pergunte, eu leria isso? Se a resposta for sim, então você está no caminho certo. 


LE – A plataforma wattpad coloca o autor direto com seus leitores, como é esse contato e como lidar com as críticas e elogios? 


É ótimo ter esse retorno do leitor. Ver que você consegue despertar sentimentos com o que escreveu é extremamente gratificante. E inspirador. Os elogios são recebidos com muita alegria. E as críticas sempre são bem vindas. No começo, é difícil lidar com elas. É incrível que você pode ter cem elogios. Mas se aparece uma crítica negativa, aquilo te desmorona. Mas com o tempo você aprende a lidar e a tirar proveito. Consegue pincelar o que tem fundamento e o que não. 


LE – O que espera de 2016? 


Que Provocante faça muito sucesso com a publicação em físico pela Editora Charme. Que eu possa conhecer e abraçar minhas leitoras queridas na Bienal e em outros encontros. Que a inspiração continue fluindo, como vem sendo até agora. E que Deus me dê saúde para colocar em prática tudo isso. 


Livros Publicados



Provocante 
Em breve pela Editora Charme

Páginas 759

Paola, uma mulher madura aos 40 anos, estabelecida, bem resolvida. Separada, com uma filha adolescente. Acostumada a viver dentro das regras, porém cansada destes pré-julgamentos, decide dar um basta em relacionamentos insossos. Em homens de mentirinha, que não conseguem acompanhar o seu ritmo e compartilhar das suas fantasias. E que só se permite a partir daí, o melhor da vida. Pedro, solteiro, experiente, viril, bem sucedido, com sua vida organizada, que não permite que ninguém intervenha em seus hábitos. Que gosta de viver suas aventuras sexuais com mulheres mais jovens, sem se deixar envolver. Numa época em que os homens sentem-se ameaçados pelo sucesso feminino nos mais diversos ramos, tornando-se assim homens diminuídos, acovardados, sem atitude, sem iniciativa. Num tempo em que romances eróticos expõem os desejos mais íntimos das mulheres e fazem com que estas sonhem com os sedutores personagens desses livros. E que, apesar da modernidade, ainda sejam censuradas e condenadas por uma sociedade hipócrita. O que acontece quando essas duas pessoas vividas, experientes se encontram e se identificam? Pedro, na ânsia de conquistar uma mulher diferente de todas a que está acostumado, resolve utilizar de meios escusos, os mesmos utilizados na sua vida profissional, para se aproximar dela. Mas sem dar-se conta, se vê apaixonado por esta fêmea sensual, provocante. E então o medo o invade, ao pensar que ela pode descobrir seu delito. Pode uma mulher, à procura de um amor verdadeiro, perdoar uma violação à sua privacidade? E afinal, seria mesmo um amor? Ou o tempo todo foi uma fantasia?



Ousada
Série Provocante 2
Páginas
Compre na Amazon


O que você faz quando a vida lhe dá uma segunda oportunidade? Agarra-a com unhas e dentes, vivendo cada dia como se fosse o último, sugando tudo o que houver de melhor e mais prazeroso.Esse é o lema de Maitê, uma mulher moderna, profissional bem-sucedida, culta e divertida, apesar da grande decepção sofrida.Decepção essa que apesar de ter ficado no passado, não a permite se entregar a um relacionamento sério. E na intenção de se proteger, se permite apenas envolvimentos momentâneos, aventuras de uma noite apenas, casos que não configurem compromisso. Resumindo, apenas sexo, em seu estado mais puro e devasso.Porém, ao conhecer Rodrigo Meyer, sua couraça se desfaz. Aquele sexy e experiente advogado, a leva a patamares nunca antes alcançados, realizando todas as suas fantasias, sem cobranças, sem mentiras, sem rodeios.E todo esse jogo de sedução, essa sinceridade escancarada, acaba por desnudar sua alma, fazendo com que ela abuse do sarcasmo para afastar esse homem que mexe com suas emoções.Mas até quando ela conseguirá manter seu coração fechado? É possível ser feliz, enterrar o passado definitivamente e aceitar o amor?



Postar um comentário

Oi, achei super legal a entrevista, ainda não li nada da autora, mas acho que foi bem inovador pegar personagens mais maduros e com uma personalidade já formada.

http://mysecretworldbells.blogspot.com.br/

Paolete assumida, aguardo ansiosamente pelos físicos. Paola Scott conquistou com sua escrita.
Te leio.

Sou Paolete do pé roxo!
Estou roendo as unhas, de tão ansiosa, pelo livro físico! <3

Adorei!!! Paolete tb!!! Adoro a escrita dela!!!

Adorei!! Já me conquistou de cara ao criar personagens fortes, maduras e mais velhas. Vou colocar os livros da Paola na minha listinha de compras intermináveis rsrs.
Bjo
www.viciadosemleitura.blog.br

Olá!

Parabéns pela entrevista! Gostei da sinceridade da autora na questão das dicas para escrever. E também gostei da premissa, um hot com história, livros assim estão em falta. Vou anotar na minha lista!

resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

Muito bom saber que a autora escreve obras com personagens mais maduras, fiquei interessada em ler as obras! :D Aliás, livros com tematica mais adulta são beeem divertidos, né?
Beijos

Gostei muito da entrevista, muito bom poder divulgar os autores nacionais e conhecer suas obras. Sendo um livro hot, acho que vou colocar na lista de desejados. Parabéns pela entrevista e a autora é nota 10.

Oi,
Curti mt a entrevista, pena que não curto mt o gênero hot. Mas, é sempre bom conhecer novos autores nacionais!
Bjs!
Fadas Literárias

Este comentário foi removido pelo autor. -

Sou Paolete assumida!!!!! Excelente entrevista!!!!!!!! <3

Adorei os livros, realmente nos retrata!
Paola eu estava quando começou e te seguiria sempre!!!!

Adorei os livros, realmente nos retrata!
Paola eu estava quando começou e te seguiria sempre!!!!

Olá´... Joyce linda...
Caramba!!! Mais de 700 páginas em um romance? Fiquei perplexa... nunca tinha visto um com tantas páginas... achei incrível rs... bom eu fiquei curiosa com a trama, porque agora vejo mulheres sendo destaque... e em todos os livros da série... rs... adorei a entrevista com a autora... ela parece bem simpática e gostou de dar a entrevista... as respostas foram ótimas, senti que estava lá ouvindo suas respostas só pela autora me senti cativada pelos livros... Xero!!!

http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

Oi Joyce.
Achei incrível a entrevista. As sinopse dos livros são bem provocante e deixa um interesse para ler os livros. Eu mesma adicionei na minha lista de desejados.

Bjos

http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

Oie
Adorei a entrevista. É sempre bom conhecer novos autores.

Fernanda
http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

Hi baby, tudo bem? adorei a entrevista, não conhecia a autora mas gostei do fato do publico alvo dela ser as mulheres maduras, no meio de tantos YA é bom ver algo diferente! ainda mais utilizando o erotismo! as capas são lindas <3 adorei

Lilian Valentim
http://speakcinema.blogspot.com.br/
beijinhos

Oi Joyce, tudo bem?
Eu adorei a entrevista e conhecer a autora. Adorei as respostas dela.
Não sou muito fã de livro hot, mas concordo com a autora sobre livros com protagonistas tão ingênuas (isso me irrita muito).
Adorei as capas e acho que possa dar uma chance e ler.

Beijos
Leitora Sempre

Olha, eu não curto muito o gênero, mas adorei a entrevista com a autora. Seria até capaz de fazer uma experiência e ler uma de suas obras, afinal, toda leitura é um tipo de experiência válida.

Tatiana

Olá,
Gosto muito destas entrevistas com autores, por mais que o gênero não seja o meu preferido é sempre bom ouvir um autor falando sobre o próprio trabalho.
Parabéns pelo post.
www.pontoparaler.com.br

Oi...
Que legal conhecer melhor as escritoras assim...
Apesar de o estilo dela não ser o que gosto, adorei a entrevista e achei lindas essas capas. ..

Bjs

Oi...
Que legal conhecer melhor as escritoras assim...
Apesar de o estilo dela não ser o que gosto, adorei a entrevista e achei lindas essas capas. ..

Bjs

Oi, tudo bem? Não conhecia a autora e nem os livros e gente, uma protagonista mais madura, com filhos e tal, é bem próximo da realidade, gostei pacas disso e espero ler os dois livros da autora, esse ano quero investir mais nos livros hots nas minhas leituras.

bjs

Olá,
Não curto muito livros hot e por isso não conhecia a autora e nem suas obras. Acho engraçado os autores que inventam um pseudônimo, mas depois acabam se revelando pois veem que não é bem aquilo que imaginavam ser. A autora me parece ser super fofa!

Olá!

Não conhecia a autora e adorei a entrevista, principalmente pela proposta dos livros. Apesar de não ler livros "hots" justamente porque as histórias costumam ser as mesmas e acho cansativa e muito chato. Ela me chamou a atenção ao propor uma personagem madura que depois de seguir alguns dogmas descobre o que e como quer... isso faz toda a diferença e eu adoro isso, personagens independentes, maduros!!!!

Parabéns pelo blog!!
Um grande bj
Keyla Vilela - Blog Leituraterapia (http://blogleituraterapia.blogspot.com.br/)

Olá!
Confesso que não conhecia a escritora, vim saber da sua existência quando a editora charme anunciou que iria lançar o livro. Gostei muito de conhecê-la e saber dos seus livros. Quero ler os seus livros e tenho quase certeza que vou amar.
Beijinhos!
http://www.eraumavezolivro.com.br/

[blogger][facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget