A Menina dos olhos molhados - Marina Carvalho

10 fevereiro 2017

A Menina dos Olhos Molhados
"É a segunda vez na vida que encontro uma garota com esse tipo de olhar."
Marina Carvalho
Páginas: 296
Editora: Globo Alt
Skoob /  
Pesquise e Compre

Bernardo é jornalista por vocação: curioso, comprometido e muito bom com as palavras. Trabalha há anos em um importante jornal da cidade e suas matérias investigativas são sempre elogiadas. Ele só tem uma limitação... Odeia trabalhar em equipe. Há alguns anos, Bernardo sofreu com uma grande decepção amorosa, o que contribuiu para o seu jeito fechado e antipático. Por isso a incumbência de levar Rafaela – a nova estagiária do jornal – para todos os lugares é como o inferno para ele. Bernardo não perde nenhuma oportunidade de evitá-la, mas Rafa, além de ser uma jornalista extremamente talentosa, não engole desaforo. Com o passar dos dias, Bernardo percebe que não conseguirá seguir seu plano de ignorar a estagiária, muito menos todos os sentimentos que ela desperta nele. Entre reportagens intrigantes e perigosas, eles vão descobrir que têm muito mais em comum do que a imensa paixão pelo jornalismo...


Bernardo é um jornalista investigativo,  conhecido por não ter bom humor,  vive com seu cachorro em casa  centrado em seu trabalho,  como não quer relacionamentos tem apenas noites de diversão com algumas mulheres.

Rafa será a nova estagiária contratada pelo Jornal de Minas, Bernardo será o responsável por ela,  ele não se dá bem trabalhando com ninguém, gosta de fazer seu trabalho sozinho.
Sua implicância com Rafa vai irritar um pouco o leitor.

Rafa é uma menina esforçada, inteligente, como mentor dela Bernardo cria um clima de tensão entre eles, com muitas provocações.
Ela não leva desaforos para casa, então teremos embates verbais bem interessantes.

Entre discussões, Bernardo vai percebendo o talento de Rafa e passa a admira-la como pessoa e não deixa de notar sua beleza.
Uma entrevista importante para o jornal, perante um traficante do morro, vai deixar Rafa em uma situação de perigo.

Rafa é um pouco desastrada digamos, e alguns acidentes acontecem com ela.

Uma noite Bernardo  ficará com uma amiga um tanto estranha de Rafa, ele não quer compromisso mas vai encontrar uma garota que não lhe dará sossego.

Como muita implicância acaba mostrando um sentimento por trás, eles irão se envolver, mas terão que resolver questões do passado para seguir em frente.
Ambos estão ligados há muito tempo, o destino os colocou frente a frente novamente.

O livro tem capítulos no tempo presente contando a história de Bernardo e Rafa, alternando o passado de Bernardo onde compreendemos melhor seus traumas, medos e sua postura perante a relacionamentos.

Marina construiu personagens com personalidades fortes, e ao mesmo tempo sensíveis devido a situações que já viveram, ambos tem uma ligação simples através de olhares desde o passado, a escrita da autora nesse livro continua delicada, gostei dessa mistura de envolver um pouco de investigação com romance.

Eu gostei muito do livro, dos personagens e temas abordados no decorrer do livro, como a inveja, relacionamentos abusivos com chantagem, perdas que mexem com nosso emocional, compreendemos com exatidão as atitudes dos personagens, o medo de não atender a expectativa de quem amamos, e como os personagens amadurecem no decorrer do livro com tudo que passaram.

Senti a dor de Bernardo em muitos momentos de seu passado,  e a autora nos mostra que o amor nos completa e por mais que alcançamos nossos sonhos se não tivermos com quem compartilhar tudo perde o brilho...

A leitura fluiu muito bem, a capa está linda.
  

17 comentários

  1. Oi Joyce!
    Menina, ouço falarem muito bem da Marina, mas ainda não li nada dela, por não gostar de romances.
    Porém, o enredo de A menina dos olhos molhados parece ser bem leve e achei bem interessante. Quero ler!
    Bj

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Não gosto de histórias com essa pegada mais puxada para o romance, mas até que gostei de desse clima meio policial, também fiquei bem curiosa com com essa treta com os mano.

    ResponderExcluir
  3. Nossa, me identifiquei muito com o Bernardo! Sou jornalista, então sabe como é! haha. Anotado aqui, parece ser muito bom!

    ResponderExcluir
  4. Oi,
    Eu ganhei esse livro de Natal e ainda não tive a oportunidade de começar a leitura.
    Muito bom saber que é uma história linda, emocionante e grandes aprendizados.
    Amo um romance e já estou vendo que vou ficar apaixonada pela história e personagens.
    Beijos
    Daya

    ResponderExcluir
  5. Oi, Joyce
    Todos esses temas abordados nesse livro eu adoro. Confesso que é a primeira resenha que vejo do mesmo, mas gostei bastante de ver pela sua opinião. Leria ele futuramente.

    ResponderExcluir
  6. Marina é a minha autora queridinha! Ainda não li essa obra, mas pela leitura, pelos comentários e pela sua resenha, sei que irei amar! Espero que ele corresponda a todas as minhas expectativas.

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem? Marina é uma das minhas autoras nacionais favoritas, por isso sem que não vou me decepcionar em nenhuma leitura dela. Confesso que quero ler antes desse o Azul é a cor do Mar que parecem que se trata da mesma história. Adorei a resenha!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Aaaah eu sou louca pra ler esse livro, já li um livro da Marina e eu amo a escrita dela! A história parece ser muito boa e essa capa é maravilhosaaaaa! Adorei sua resenha! Parabéns!

    MEMÓRIAS DE UMA LEITORA

    ResponderExcluir
  9. Olá!

    Ainda não li nada da Marina, mas amei essa premissa! Aliás, adoro livros com jornalistas, independente do gênero! E que capa é essa, até os meus olhos estão molhados rs

    ResponderExcluir
  10. Oiii!!

    Eu tenho muuuuita curiosidade em ler esse livro, mas não consegui comprar ainda. Gosto muito da autora e lo a primeira obra e tenho certeza que me apaixonaria...
    Sua resenha está ótima!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Oláa, tudo bem? Que bom que gostou da leitura!! Eu já li alguns livros da Marina e gosto bastante da escrita dela, de como constrói seus personagens e desenvolve a narrativa... Eu quero muito ler A Menina dos Olhos Molhados, mas antes preciso ler Azul da Cor do Mar, que é a história pelo ponto de vista da Rafaela. Gostei muito da resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Hello, tudo bem?
    Já li outros livros da Marina Carvalho, mas nao deu muito certo, ainda quero dar outra chance, ja que todo mundo ama.
    "A Menina dos Olhos Molhados" me chamou a atenção pela sinopse e pela capa linda, vendo as suas impressoes, confesso que a vontade só aumentou.
    Vou so esperar baixar o preço pra poder comprar e ler, espero gostar tanto como vc.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  13. Essa coisa dela ser um pouco desastrada para mim já entregou que parece ser mais uma história da mocinha lerda, que cai toda hora, fraca, e o homem forte ajuda ela e levanta ela do chão kkk, estilo bella e anastasia, o livro não me chamou atenção, mas fico feliz que tenha gostado

    ResponderExcluir
  14. Oie!
    Eu ganhei esse livro de Natal no ano passado, mas ainda nem li pq me falaram que tem um antes, né, o Azul da Cor do Mar. Eu já até comprei, mas ainda não li eles. Tenho certeza de que vou gostar bastante pq é bem o estilo de leitura que eu adoro. :)

    ResponderExcluir
  15. Oi Joyce, tudo bem?

    Eu sou louca por esse livro e quero muito conhecer mais sobre Bernardo. Já li um livro da Marina e simplesmente amei a escrita da autora, por isso tenho certeza que irei adorar esse tb! Parabéns pela resenha.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Adorei a sua resenha! Ainda não conhecia o livro, mas o que mais me chamou a atenção foi porque trata disso de relacionamento abusivo, um tema muito importante e ainda necessário ser discutido hoje em dia.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Olá Joyce,
    adoro a Marina e estou louca para ler esse livro. Infelizmente não estou podendo comprar mais nenhum livro no momento rsrsrs
    As vezes julgamos as pessoas rápido demais, sem saber o que as levou a agir de tal maneira.

    Parabéns pela resenha.
    Beijos,
    Anne
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir