RESENHA - AYRA - ANDY COLLINS

19 dezembro 2018

Ayra
Andy Collins
Ano: 2018 / Páginas: 256
Editora: The Gift Box

As histórias de contos de fadas que as crianças ouvem, nunca fizeram sentido. Não para mim, de qualquer forma.
Descobri muito cedo o que eram monstros de verdade, e que eles não vivem embaixo da cama.
Eles vivem sobre ela. Do meu lado. Em cima de mim.
Eu sabia que não precisava de um príncipe encantado, necessitava de um dragão. Não para me resgatar, mas para caminhar ao meu lado.
E ele surgiu, só que estava como eu.
Vazio. Sozinho. Atormentado.
Sobrevivendo.
Éramos dois corações cautelosos tentando descobrir como se curar. Só que para isso, eu precisaria abrir portas.
Portas que jamais pensei que conseguiria sequer chegar perto.

Ayra é uma profissional de sucesso, mas carrega uma alma ferida e com grandes cicatrizes ...

Após tudo que passou com Luke (livro Cage primeiro no gênero Dark da autora) ela tenta seguir sua vida com outro nome Ayra pintou cabelo e vive dia após dia.
Ainda mantém contato com Cage e Erin, no entanto sem ainda vê-los pessoalmente pois trás memórias dolorosas.
Oferece os serviços de sua empresa para Cage, ao expor sua apresentação reencontra Daniel sócio de Cage hoje em dia. Mesmo diferente ele a reconhece, ela está ainda mais bonita que antes.

Com as coincidências da vida, Daniel e Ayra voltam a se encontrar em uma reunião familiar, percebem que há muitas afinidades entre eles além de uma atração, mas Daniel sabe que terá que ir devagar com Ayra devido a seus medos e receios.

Daniel com a desculpa de acertar detalhes sobre o contrato a convida para almoçar, e assim seguem novos encontros com conversas leves e risos que há tempos Ayra não dava.
Aos poucos Daniel vai ganhando a confiança de Ayra ao ponto dela fazer revelações doloridas sobre seu passado.
Ele passa a entender melhor seus traumas, aumentando sua vontade de acolher, amar e cuidar dessa mulher que já passou por tantas coisas.

Ayra decide dar uma nova chance a si mesmo, estando com Daniel. É doloroso para ela lidar com as lembranças, antes de Daniel ela criou Ayra uma mulher forte cercada de muros Daniel, conseguiu baixar suas defesas a fazendo abrir seu coração, sua alma com todas dores e feridas.

Ayra e Daniel passarão por momentos tensos causados por alguém do passado de Daniel, ela terá uma postura que faz jus a sua história.

O final do livro foi emocionante, lindo e uma lição para muitas mulheres.

Simplesmente amei o livro, eu amo o gênero Dark.

Ler Ayra nos faz andar em uma montanha russa de emoções, senti raiva da mãe de Estela, por fingir não saber o que acontecia dentro de sua própria casa e a falta de amor por ela, senti uma gratidão enorme por Daniel acolher, abraçar e amar de todas as formas essa mulher quebrada.

Foi lindo acompanhar a reconstrução de Estela, foi doloroso e cruel reviver lembranças mas ao mesmo tempo foi libertador se sentir livre e pronta para amar e ser amada.
Estou apaixonada pelo avô, um homem sábio que foi seu porto seguro durante muito tempo.

Daniel que homem lindo, sofreu uma grande traição havia perdido a esperança de amar novamente, encontrou em Ayra um amor verdadeiro para a felicidade de sua família.

A autora trás a tona uma realidade nua e crua vivenciada por muitas mulheres, por mães que omitem a verdade, não entendo essas atitudes de mães. Fica aqui um alerta para as mulheres que sofrem essa violência para não se calarem nunca.

Mais uma vez Andy Collins me surpreende com sua escrita impecável, com temas fortes e bem explorados, o leitor consegue sentir todas as emoções da protagonista.
Amei rever Cage e Erin (amoooo) e como a amizade com eles também ajudou a fortalecer Ayra.

Muito bem escrito com uma carga emocional imensa, Ayra consegue deixar o leitor com as emoções a flor da pele, nos faz refletir sobre o tema e pensar em alguma maneira de poder ajudar mulheres como Ayra.

Ayra cumpre a missão de impactar o leitor e o levar a reflexões sobre não se calar diante da violência.



Nenhum comentário

Postar um comentário